Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
SharePoint

Release

TJSP e CPFL Energia firmam parceria de eficiência energética

Escrito por:

CPFL Imprensa   06/10/2013

​A CPFL Energia, através de seu Programa de Eficiência Energética, firma nova parceria com o Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, formalizada em evento na tarde desta sexta-feira (04/10), na sede do Tribunal de Justiça, em São Paulo. Estarão presentes no evento representantes da CPFL e autoridades.

O projeto contempla a substituição do sistema de iluminação atual de alguns tribunais, composto por lâmpadas, luminárias e reatores obsoletos, por equipamentos novos e mais eficientes. A previsão é de que estas ações gerem uma redução no consumo de energia elétrica de até 30%.

Na primeira fase da parceria, um investimento de R$ 710 mil foi finalizado em junho de 2013, e incluiu ações de eficientização energética nos tribunais das cidades de Campinas, Piracicaba, Capivari, Araraquara, Ibitinga, Franca, Ribeirão Preto e Indaiatuba. Agora, o objetivo é de que outras cidades sejam contempladas com esses projetos.

O programa de Eficiência Energética da CPFL, aprovado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), tem como objetivo promover a utilização racional da energia elétrica e o combate ao desperdício, contribuindo para a ampliação da reflexão da sociedade sobre o tema e atuando no desenvolvimento econômico, social e ambiental das áreas nas quais está presente.

Programa de Eficiência Energética da CPFL Energia

O programa de Eficiência Energética das distribuidoras do grupo CPFL Energia, aprovado junto à Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), contou com R$ 59,7 milhões, durante todo o ano de 2012, para o desenvolvimento de ações voltadas ao consumo consciente de energia elétrica nos 569 municípios de suas áreas de concessão. Consciente de que a energia é essencial ao bem-estar das pessoas e ao desenvolvimento da sociedade, a CPFL Energia acredita que produzir e utilizar energia de forma sustentável é vital para o futuro da humanidade.

Do montante total, foram aplicados mais de R$ 36 milhões em projetos para a população de baixo poder aquisitivo, que se concretizaram em ações como substituição de geladeiras e chuveiros por modelos novos, mais eficientes, instalação de trocadores de calor nas residências, cursos de formação de eletricistas, regularização de ligações clandestinas e doações de padrões internos de energia, o chamado "postinho". Outros R$ 13 milhões foram utilizados para melhorar a eficiência energética de prédios públicos e empresas de serviço público, com doação de lâmpadas e troca de luminárias. As iniciativas educacionais, que ajudam a formar consumidores mais conscientes da importância de se economizar energia, receberam verba de R$ 8,6 milhões; e as indústrias receberam R$ 1,3 milhão de incentivo, em projetos e equipamentos, para se tornarem mais eficientes.

A quantidade de energia elétrica poupada na aplicação dos programas de eficiência energética da CPFL Energia, em 2012, foi de 33,3 mil MWh. A título de comparação, essa mesma quantidade de energia seria suficiente para abastecer, aproximadamente, 166 mil clientes residenciais, com consumo médio de 200 KWh mensais, pelo período de um mês.

Tags: