Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
SharePoint

Release

Psicanalistas falam sobre corpo, amor e sexo na adolescência no Café Filosófico CPFL

Escrito por:

Assessoria de Imprensa   12/06/2018

​No segundo encontro da série “Adolescência em cartaz” do Café Filosófico, os psicanalistas Mário e Diana Corso conversam com o público nesta sexta-feira, 15/06, às 19h, sobre “Corpo, amor e sexo: a única certeza é a dúvida”.

O público pode acompanhar e enviar perguntas aos palestrantes através da transmissão ao vivo no site (http://www.institutocpfl.org.br/aovivo) e na página do Instituto CPFL no Facebook (https://www.facebook.com/institutocpfl/). A gravação, no estúdio do Instituto CPFL, em Campinas, tem entrada gratuita.

Segundo os psicanalistas, na adolescência temos de administrar expectativas e heranças culturais em um processo caracterizado pela complexidade. A construção da identidade de gênero, por exemplo, sintetiza as enormes expectativas colocadas sobre as crianças e aos jovens, que têm de provar-se à altura, mesmo na época em que se sentem menos atraentes e resolvidos.

A série de debates é pautada pelo livro “Adolescência em cartaz: psicanálise e filmes para entendê-la”. Na obra, Mário e Diana Corso recorrem ao cinema para lançar um olhar psicanalítico sobre a adolescência, uma época de enfrentamento com a família, amizades e amores intensos, de relação de fascínio e horror com o espelho, bravatas, riscos e de inquietudes também para os adultos. 

Os programas são organizados por temáticas, com ênfase no que tira o sono dos mais velhos, a partir de diversos filmes, como os clássicos como Juventude Transviada, Laranja Mecânica e Carrie, e sucessos mais recentes como Juno, As Vantagens de ser Invisível e Azul é a Cor Mais Quente. 

A ideia, afirmam os autores, é que a magia do cinema possa despertar um sentimento de empatia com a adolescência que um dia também foi nossa.

Mais informações em http://www.institutocpfl.org.br​

Tags:
    Instituto CPFL; Café Filosófico CPFL; Mário Corso; Diana Corso; Adolescência em cartaz