Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
SharePoint

Release

Projeto da CPFL Paulista proporciona economia de energia à Santa Casa de Birigui

Escrito por:

Assessoria de Imprensa   02/07/2020

Por meio do Programa de Eficiência Energética, distribuidora instalou 750 lâmpadas de LED e usina solar fotovoltaica que contemplará todo o hospital​

Birigui, 3 de julho de 2020 – Sempre comprometida com a sociedade e a saúde pública, a CPFL Paulista investirá R$ 675 mil na Santa Casa de Birigui, importante hospital da cidade com 125 mil habitantes. A iniciativa faz parte do Programa de Eficiência Energética (CPFL nos Hospitais) da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) que ajuda instituições públicas, filantrópicas e consumidores a reduzirem suas contas de energia.

Ao todo, a ação contemplou a instalação de 750 lâmpadas LED no mês de maio, mais econômicas e duráveis, e a implementação de uma usina solar fotovoltaica, com potência de 150,5 kWp e 430 placas solares, que será concluída até o final de julho.

O objetivo da CPFL Paulista é promover a sustentabilidade financeira do hospital, substituir equipamentos obsoletos e alertar para o consumo consciente de energia. Considerando o cenário atual de pandemia, a CPFL Paulista investiu fortemente em equipes para que as obras fossem executadas e beneficiassem o hospital no mais breve intervalo de tempo e com todos os protocolos de segurança.

“Estamos reforçando a atuação em instituições de saúde para que tenham melhores condições de atender a população infectada pelo novo coronavírus”, explica o presidente da CPFL Paulista, Roberto Sartori.

Além da economia de energia de 222,16 MWh/ano -- equivalente ao consumo de 110 residências – e qualidade na iluminação dos ambientes com maior durabilidade dos equipamentos, já que a lâmpada instalada tem cinco vezes mais vida útil que a convencional, o projeto também evitará a emissão de 16,67 toneladas de CO2 na atmosfera,  representando o mesmo que o plantio de 100 novas árvores.

“O ambiente hospitalar requer uma demanda grande de energia, já que a maioria dos equipamentos médicos, essenciais à vida humana, dependem exclusivamente desse recurso. Um baixo consumo de energia oferece à instituição a possibilidade de realizar investimentos em outras áreas prioritárias, como infraestrutura e instalações para pacientes e funcionários, além de melhorias em tecnologias, equipamentos e acessórios, aumentando a eficácia e a qualidade dos atendimentos”, afirma Claudio Lopes, presidente da Santa Casa de Birigui.

Com a pandemia do Covid-19, além das ações do Projeto CPFL nos Hospitais, a companhia realizou, por meio do Instituto CPFL (plataforma de investimento social do grupo), doações de mais de R$ 6 milhões às unidades de saúde pública. Entre os valores doados, R$ 5 milhões foram destinados a 20 instituições de saúde de toda a área de concessão de suas quatro distribuidoras para aquisição de testes para Covid-19, máscaras e materiais de limpeza.

A CPFL Energia já investiu, desde 2019, quase R$ 34 milhões em hospitais públicos por meio de iniciativas de eficiência energética e ações com foco em humanização via Instituto CPFL. São 21 projetos concluídos e 78 em andamento. Até 2022, a companhia investirá R$ 150 milhões para colaborar com a melhoria da saúde pública nas cidades em que atua. 

CPFL nos Hospitais. O programa conta com três frentes de trabalho: ações de eficiência energética, investimento na melhoria dos hospitais e um programa de doação em conta de energia para hospitais. O primeiro pilar de eficiência energética conta com investimento de até R$ 150 milhões nas quatro distribuidoras do Grupo CPFL - CPFL Paulista, CPFL Piratininga, CPFL Santa Cruz e RGE - e atenderá até 200 hospitais. Foram mapeados cerca de 99 deles, nos quais serão instaladas usinas fotovoltaicas e substituídas lâmpadas com tecnologia obsoleta por modelos mais eficientes, de LED. Ao final do Programa é esperado que os hospitais economizem aproximadamente R$ 18 milhões por ano em suas contas de energia.

O segundo pilar desse Programa dará continuidade a uma iniciativa conduzida pelo Instituto CPFL. Por meio do PRONON (Programa Nacional de Apoio à Atenção Oncológica) e dos Conselhos Municipais do Idoso (CMI), o Instituto CPFL vem investindo na melhoria nas condições dos hospitais. O objetivo desse pilar é ampliar a oferta de serviços e expandir a prestação de serviços médico-assistenciais, apoiar a formação, o treinamento e o aperfeiçoamento de recursos humanos em todos os níveis, e realizar pesquisas clínicas, epidemiológicas, experimentais e socioantropológicas.

Desde 2018, estão em andamento investimentos que somam R$ 4,8 milhões e incluem melhorias nos hospitais do Instituto do Câncer (Fortaleza - CE), Hospital Fornecedores Cana Piracicaba (SP), Hospital Infantil Varela Santiago (Natal - RN), Hospital de Caxias do Sul (RS), Hospital do Câncer de Barretos (SP) e Hospital Comunitário São Peregrino Lazziozi de Veranópolis (RS).

O terceiro pilar do Programa CPFL nos Hospitais permite aos clientes realizar doações para os hospitais por meio da conta de energia. Isso aumenta a arrecadação dos hospitais e Santas Casas, permitindo investimentos na melhoria das condições de atendimento. A CPFL Total – empresa do Grupo CPFL Energia – oferece esse serviço para 94 hospitais nos estados do Rio Grande do Sul e de São Paulo. Essa iniciativa de doação arrecada, em média, R$ 3,7 milhões por ano, recursos que auxiliam a gestão diária dos hospitais participantes. O objetivo é expandir essa iniciativa em 2020.

Tags:
    CPFL Paulista; CPFL nos Hospitais; Santa Casa de Birigui; Birigui;