Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
SharePoint

Release

Pianista de Recife que renovou o jazz brasileiro, Amaro Freitas se apresenta no Instituto CPFL

Escrito por:

Assessoria de Imprensa   11/04/2019

​O pianista Amaro Freitas apresenta neste sábado, 13/04, às 20h, o concerto “O novo se formando”, no programa Música Contemporânea do Instituto CPFL, em Campinas. A entrada é gratuita, com distribuição de ingressos a partir das 19h.

A apresentação é parte da série “A beleza salvará o mundo”, com a curadoria de João Marcos Coelho e Thais Nicolau, e tem no programa músicas de Dominguinhos (“Lamento Sertanejo”), Tom Jobim (“Luiza”), Moacir Santos (“Nanã”) e de autoria própria “Dona Eni, Malakoff”, “A outra face” e “Afrocatu”)

Nascido em 1991, em Recife, Amaro Freitas é reconhecido como um pianista que renovou o jazz brasileiro. É graduado em produção fonográfica e trilha carreira como pianista, compositor, arranjador e diretor musical. Através da música instrumental, ocupou espaços como Paço do Frevo (PE), Sesc Pompéia e Auditório Ibirapuera (SP), Usina Del Arte (Buenos Aires), Casa da Música (Porto), Ronnie Scott’s (Londres), entre outros.

Foi vencedor do prêmio MIMO instrumental ( 2016) e já se apresentou em importantes festivais de jazz, como Buenos Aires Jazz Festival, Festival Conexiones de Barcelona, Rio das Ostras Jazz e Blues, no Rio, e Jurerê Jazz (SC).

Amaro Freitas também participou de discos importantes, como do também pernambucano Lenine (“Em trânsito”, de 2018).

Segundo João Marcos Coelho, curador da série, Amaro descarta o uso fácil dos ritmos empolgantes de sua Recife natal. Ele conhece tudo de maracatu, frevo, baião e coco, mas estas matrizes tão conhecidas são apenas substrato para um músico que restitui o piano à sua mais autêntica vocação: a de ser um instrumento de percussão. (Conheça o trabalho do artista em https://bit.ly/2IhxRlI).

Saiba mais sobre a apresentação: https://bit.ly/2FXmHjx

Exposição. O público pode conferir também a exposição "Figura e modernidade: Rodin no acervo da Pinacoteca de São Paulo", que reúne na Galeria de Arte do Instituto CPFL, em Campinas, a coleção completa da Pinacoteca referente ao artista francês.

O conjunto de 10 esculturas originais e 76 fotografias documentais da vida do artista será exibido gratuitamente até 29 de junho. 

A exposição tem a curadoria de Valéria Piccoli, curadora-chefe do museu e conta com recursos educativos desenvolvidos pelo NAE – Núcleo de Ação Educativa da Pinacoteca, para uso autônomo, que estimulam a participação do público de todas as idades, criando novas relações com as obras.

A exposição conta também com visitas educativas mediadas por educadores que estarão no local para atender ao público.

O horário de funcionamento é, de segunda e terça, das 9h às 18h, de quarta a sexta, das 9h às 19h, e aos sábados, das 10h às 16h. A entrada é gratuita.

Sobre o Instituto CPFL

Com 16 anos de atividades, o Instituto CPFL é a plataforma de investimento social privado do Grupo CPFL, que tem sede em Campinas. A missão do Instituto CPFL é integrar os programas culturais, sociais e esportivos da companhia em uma única rede, transformando por meio do conhecimento as comunidades onde atua. Através do Circuito CPFL, o Instituto CPFL promove gratuitamente em diversas cidades sessões de cinema, concertos, corridas e passeios ciclísticos, além de ações sociais voltadas ao fortalecimento da cidadania. 

Em 2019, estão previstas iniciativas em cerca de 100 localidades, alcançando um público presencial estimado de milhares pessoas. O Instituto CPFL é responsável também pela difusão do conhecimento através das transmissões e do acervo online dos encontros do Café Filosófico CPFL, tradicional programa de debates que pode ser acompanhado pelo público no Youtube, no site, no app institutocpflplay, no Facebook e na TV aberta. O programa editado é exibido aos domingos, às 21h, na TV Cultura.

O Instituto CPFL fica na rua Jorge Figueiredo Corrêa, número 1.632, na Chácara Primavera.

Tags:
    Instituto CPFL; Música Contemporânea; Amaro Freitas; Piano;