Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
SharePoint

Release

CPFL Paulista mantém ritmo de investimentos e aplica R$ 348 milhões na rede elétrica do interior de São Paulo

Escrito por:

Assessoria de imprensa   17/11/2016

Empresa aumentou em 20% o volume de recursos para manutenção e expansão do sistema em 234 municípios entre janeiro e setembro de 2016

Campinas, 18 de novembro de 2016 – A CPFL Paulista, maior das nove distribuidoras de energia do Grupo CPFL Energia, manteve o ritmo de investimentos na rede elétrica em sua área de concessão. De janeiro a setembro deste ano, foram R$ 348 milhões em investimentos ampliação, manutenção do sistema elétrico e atendimento da necessidade de clientes e crescimento de mercado nas 234 cidades atendidas. O valor representa um aumento de 20% em relação ao montante aplicado no mesmo período do ano anterior (R$ 279 milhões).

Dos R$ 348 milhões investidos no período, a concessionária destinou R$ 99 milhões em projetos viabilizam a expansão do mercado consumidor e do número de clientes, por meio da ampliação das redes de distribuição e da conexão de novos consumidores residenciais, industriais e comerciais. Ao final de setembro, a CPFL Paulista atendia 4,29 milhões de clientes, ante 4,22 milhões em janeiro deste ano.

Outros R$ 123 milhões foram investidos em projetos que dão suporte ao crescimento do mercado, como o aumento da capacidade de subestações e linhas de transmissão e a readequação das redes de distribuição. Outros R$ 45 milhões foram aplicados na manutenção do sistema e mais R$ 28 milhões foram destinados aos projetos de melhoramento da malha elétrica, tais como melhorias nas redes primária e secundária da concessionária, entre outros. As ações de combate às perdas comerciais consumiram outros R$ 1,3 milhão.

O presidente da CPFL Paulista, Carlos Zamboni Neto, afirma que o crescimento dos investimentos revela o compromisso da distribuidora com os seus municípios atendidos. "As obras realizadas trarão mais qualidade e continuidade no fornecimento de energia para todos os clientes. Além disso, o papel da CPFL é manter uma infraestrutura preparada para responder à necessidade de crescimento e o desenvolvimento das cidades onde atua", esclarece. A CPFL Paulista tem o segundo menor índice de interrupção no fornecimento de energia do País, com 7,74 horas na média do ano, segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

O município que mais recebeu investimentos no período foi Morro Agudo, com R$ 41 milhões. Aproximadamente R$ 40 milhões foram aplicados na ampliação da capacidade de uma subestação e linhas de transmissão, obras previstas para terminar em setembro de 2017. Ao todo, somando recursos da holding CPFL Energia e da CPFL Paulista, serão investidos aproximadamente R$ 200 milhões nestes projetos. Adicionalmente, ainda serão construídos 36 quilômetros (km) de novas linhas, reconstruídos de outros 71 km, lançamentos de 65 km de novos circuitos, além de readequação de oito subestações que atendem a toda região.

A cidade-sede da distribuidora, Campinas, recebeu o segundo maior volume de recursos no mesmo período. Mais de R$ 30 milhões que foram aplicados em obras de expansão para clientes (R$ 9 milhões), suporte ao crescimento de mercado com a adequação e aumento de capacidade de subestação e linhas de transmissão (R$ 8,7 milhões), projetos de melhoramento e manutenção do sistema elétrico (R$ 6,8 milhões), entre outros.   

As 15 cidades que receberam mais investimentos no período:

 

CidadeValor investido até o 3T16 em R$
Morro Agudo41.335.065
Campinas30.586.778
Ribeirão Preto15.184.937
Barretos14.024.652
São José do Rio Preto12.258.949
Itatiba10.893.103
Araçatuba9.353.244
Guariba8.738.296
Franca8.143.683
Piracicaba7.816.906
Marília7.739.555
Bauru7.070.494
Santa Bárbara d'Oeste6.907.930
Hortolândia5.494.146
Americana5.338.881

 

Sobre a CPFL Energia

A CPFL Energia, há 104 anos no setor elétrico, atua nos segmentos de distribuição, geração, comercialização, serviços e telecomunicações. É líder no mercado de distribuição, com 14,3% de participação, totalizando mais de 9,1 milhões de clientes em 679 cidades em São Paulo, Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Paraná.

Na comercialização, é um dos líderes no mercado livre, com uma participação de mercado de 14,1% na venda para consumidores finais entre as comercializadoras. É um dos líderes na comercialização de energia incentivada para clientes livres.

Na geração, é o terceiro maior agente privado do país, com um portfólio baseado em fontes limpas e renováveis. A CPFL Geração conta com 2.248 MW de potência instalada, considerando sua participação equivalente em cada um dos ativos de geração. Em 2011, criou a CPFL Renováveis, com ativos como PCHs, parques eólicos, termelétricas a biomassa e a usina solar Tanquinho, pioneira no Estado de São Paulo e uma das maiores do Brasil. Adicionando a participação equivalente na CPFL Renováveis, a capacidade instalada total do Grupo CPFL atingiu 3.192 MW no final do terceiro trimestre de 2016. O Grupo também ocupa posição de destaque em arte e cultura, entre os maiores investidores brasileiros.

A CPFL Energia tem ações listadas no Novo Mercado da BM&FBovespa e ADR Nível III na NYSE, além participar do Índice Dow Jones Sustainability Index Emerging Markets e do Morgan Stanley Capital International Global Sustainability Index (MSCI). Pelo 11º. ano consecutivo, as ações da companhia integram a carteira do Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) da BM&FBovespa.

 

 

Tags:
    distribuição insvetimento energia elétrica