Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
SharePoint

Release

Oferta de ações da CPFL Energia é premiada pela The Banker, divisão do jornal Financial Times

Escrito por:

Assessoria de Imprensa   07/05/2020

​Companhia foi destaque entre empresas das Américas pelo Re-IPO realizado em 2019

Campinas, 08 de maio de 2020. A CPFL Energia recebeu neste mês o Prêmio Equities Deal of the Year 2020 – Americas concedido pela publicação The Banker, divisão do jornal britânico Financial Times. O reconhecimento deveu-se ao sucesso do seu Re-IPO de 2019, que levantou R$ 3,7 bilhões com a venda de ações no mercado de capitais. 

“O segundo trimestre de 2019 sinalizou um novo momento para a CPFL Energia. Três anos após ter seu controle adquirido pela chinesa State Grid, a companhia voltou ao mercado de capitais com a realização de uma nova emissão de ações, tendo em vista o acesso a recursos necessários para a continuidade do crescimento do grupo”, comenta Gustavo Estrella, diretor presidente do Grupo CPFL Energia. 

Com a oferta, 16,29% das ações da empresa estão em circulação no mercado e menos de um ano após a operação, as ações da CPFL Energia passaram a compor o Ibovespa. Os papeis da companhia terão participação de 0,356% no índice da B3 que irá vigorar entre 4 de maio e 31 de agosto de 2020. 

Nova oferta de ações. Em julho de 2019, a CPFL Energia arrecadou R$ 3,7 bilhões (ou US$ 707 milhões) com a venda de 134 milhões de ações, por R$ 27,50 cada. A emissão foi equivalente a 12% do valor de mercado da companhia. Por causa da baixa liquidez das ações até aquele momento, a operação foi considerada um Re-IPO.

A oferta foi a primeira transação de mercado de capitais de uma empresa estatal chinesa fora da Ásia (State Grid) e a maior venda de ações de uma empresa de serviços públicos da história do Brasil. Os recursos levantados foram utilizados pela CPFL Energia para comprar a participação da State Grid na CPFL Renováveis, braço de energia renovável da CPFL Energia, e transformá-la em uma subsidiária integral. Está nos planos da CPFL Renováveis ser um veículo de investimento para crescimento adicional, incluindo possíveis aquisições.​

Tags:
    CPFL Energia; Prêmio Equities Deal of the Year; The Banker; Financial Times;