Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
SharePoint

Release

Marina Person e Marcio Debellian conversam com o público após exibição de “Fevereiros” no Instituto CPFL

Escrito por:

Assessoria de Imprensa   09/06/2019

A Mostra Cinema e Reflexão do Cine CPFL, em Campinas (SP), realiza nesta quarta-feira, 12/06, às 19h, uma Sessão Debate do documentário “Fevereiros” (Brasil, 2017, 75min, livre), com a presença da cineasta, atriz e apresentadora Marina Person e do diretor do filme, Marcio Debellian. Eles conversam com o público após a projeção, que acontece na Sala Umuarama do Instituto CPFL. A entrada é franca. 

O filme registra a vitória da escola de samba carioca Estação Primeira de Mangueira, que teve o enredo em homenagem à cantora baiana Maria Bethânia. Além de filmar a escola e os preparativos do barracão, a produção acompanha a cantora nas festas da Nossa Senhora da Purificação, na Bahia. (Confira o trailer: https://bit.ly/2WtxOXA​).

O longa, segundo o cineasta e crítico da revista “piauí” Eduardo Scorel, é um testemunho do sincretismo religioso afro-brasileiro que está na origem da expressão musical de Bethânia.   

“Fevereiros” foi exibido no Festival do Rio e participou de mostras em Paris, Biarritz, Suíça, México, Portugal, Congo, Uruguai, Santiago do Chile, Miami e Rússia, entre outros. 

Marina Person é diretora dos longas-metragens “Califórnia” (selecionado para o Festival de Roterdã e premiado nos festivais Netia Off Camera International Festival of Independent Cinema e Mostra Internacional de São Paulo) e “Person” (exibido em Locarno e Trieste). Na televisão, trabalhou na MTV Brasil e na TV Cultura. Foi protagonista do longa-metragem “Canção da Volta”, de Gustavo Rosa de Moura.

Já o produtor, diretor de espetáculos e realizador Marcio Debellian é também organizador de livros e exposições que retratam personagens da música brasileira. Dirigiu o documentário “O Vento Lá Fora”, um retrato do poeta Fernando Pessoa, e é roteirista e coprodutor de “Palavra (en)cantada”, sobre a relação entre poesia e música. É diretor do projeto “Palavras Cruzadas,” que promove espetáculos a partir de encontros entre músicos, poetas e artistas visuais.

Na quinta-feira, 13/06, a programação do Cine CPFL tem sequência com a exibição de “Varda por Agnès” (“Varda par Agnès”, França, 2019, 115 min, 12 anos), às 19h 

De mãe da Nouvelle Vague a ícone feminista, a diretora francesa expõe seus processos de criação e revela sua experiência com o fazer cinematográfico. 

A cineasta focaliza seu método de storytelling, por ela desenvolvido em grande parte de seus documentários e ficções. Além de merecer um Oscar honorário em 2018, Agnès Varda recebeu ao longo de sua carreira um total de 67 prêmios. 

A Mostra Cinema e Reflexão tem curadoria de Jurandir Müller e Francisco Cesar Filho.  O Instituto CPFL fica à rua Jorge de Figueiredo Corrêa 1632, Chácara Primavera, Campinas. A Sala Umuarama abre ao público a partir das 18h.

Tags:
    Marina Person; Marcio Debellian; Fevereiros; Instituto CPFL;