Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
SharePoint

Release

Jaguariúna já recebeu 650 novas árvores doadas pelo Projeto Arborização + Segura da CPFL Santa Cruz

Escrito por:

Assessoria de Imprensa   19/09/2019

Em parceria com as Prefeituras, a companhia revitalizou parte da cobertura vegetal de Jaguariúna e outros 31 municípios e plantou espécies que convivem melhor com o contexto urbano

Jaguariúna, 20 de setembro de 2019. Com o objetivo de tornar a vegetação mais adaptada para a convivência com a infraestrutura das cidades, o programa Arborização + Segura, da CPFL Santa Cruz, já promoveu a doação 650 árvores para Jaguariúna. O projeto propõe a revitalização organizada da cobertura vegetal do ambiente urbano, minimizando os riscos de acidentes envolvendo a rede elétrica, de água, esgoto, telefonia, calçamentos, iluminação pública, entre outros. Assim, minimiza riscos de acidentes com a população, seja por queda de árvores ou raízes que tragam riscos à acessibilidade.

Por meio de convênio com a Prefeitura Municipal, a CPFL Santa Cruz identifica e substitui as árvores incompatíveis, promovendo o plantio de espécies com porte mais adequado. As mudas doadas já possuem porte mínimo que garantam maior possibilidade de estabelecimento e menor risco de vandalismo.

Atualmente, o projeto é desenvolvido em 32 cidades, com a doação de 14 mil árvores no total e, além do compromisso de realizar a substituição das árvores, a distribuidora também realiza doações de novas mudas ao Município e desenvolve ações de educação ambiental nas escolas. Uma cartilha educacional foi elaborada para que os professores transmitam, em sala de aula, os principais cuidados para o plantio adequado de árvores.

Com a implantação do projeto Arborização + Segura, as árvores que oferecem riscos à população e à integridade das redes elétricas e outros equipamentos urbanos são identificadas por meio de um inventário realizado em parceria com a Prefeitura. Após criteriosa avaliação e autorização junto aos órgãos competentes, esses exemplares são substituídos gradativamente por novas espécies de porte mais adequado para o convívio harmônico com o contexto urbano. Em Jaguariúna foram substituídas 90 árvores.

A arborização das vias urbanas tem influência direta sobre a rede de distribuição de energia elétrica e a qualidade do fornecimento de energia. Em dias de temporais, com fortes ventos, grande parte das interrupções do fornecimento de energia é causada por quedas e/ou incidência de galhos e de árvores nas redes elétricas. 

Para minimizar esse impacto, além do Programa Arborização + Segura, as distribuidoras da CPFL Energia também realizam podas preventivas para evitar riscos à segurança da população e danos à rede elétrica. As podas seguem rigorosos critérios técnicos para evitar agressões desnecessárias às árvores e são monitoradas por especialistas em meio ambiente.

O contato das árvores com a rede elétrica pode trazer consequências sérias como: 

● Vazamentos de corrente elétrica da rede para o solo (por meio das árvores), podendo inclusive atingir pedestres, principalmente em caso de chuvas;

● Rompimento de condutores, com risco de acidentes com pessoas;

● Risco de curto-circuito, com interrupção do fornecimento de energia, interferência no sistema de sinalização, desligamento da iluminação pública e comprometimento dos sistemas de segurança e danos aos equipamentos do sistema elétrico.

O projeto Arborização + Segura conquistou reconhecimento da Organização das Nações Unidas (ONU) por sua atuação em meio ambiente e escolhido para ser apresentado durante o SDG in Brazil – The role oftheprivate sector, em Nova Iorque (EUA), em evento realizado em outubro de 2018.

Tags:
    Jaguariúna; árvores doadas; Projeto Arborização + Segura; CPFL Santa Cruz;