Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
SharePoint

Release

CPFL Energia investirá R$ 253 milhões no reforço do sistema elétrico no Estado de São Paulo​

Escrito por:

Assessoria de imprensa   12/02/2015

Recursos serão destinado à ampliações e construções de novas subestações e linhas de transmissão, beneficiando mais de 500 mil consumidores

Campinas, 10 de fevereiro de 2015 – A CPFL Energia, maior grupo privado do setor elétrico, irá investir em torno de R$ 253 milhões ao longo de 2015 para reforçar o sistema elétrico em sua área de concessão no Estado de São Paulo, com o objetivo de acompanhar o forte crescimento do mercado consumidor. Os recursos serão destinados à construção de treze novas subestações e à ampliação de outras nove, além da implantação de quatro novas linhas de transmissão.

Com os investimentos, as distribuidoras irão melhorar ainda mais a qualidade do fornecimento de energia, permitindo o atendimento da expansão do consumo de energia e a conexão de novos clientes ao longo dos próximos anos. Serão mais de 500 mil consumidores beneficiados entre indústrias, agronegócio, comércio, serviço e residências, proporcionando mais bem-estar e incentivando o desenvolvimento socioeconômico das regiões.

Os investimentos serão pulverizados pela área de concessão das distribuidoras do grupo no Estado. A CPFL Paulista, que atende a 234 municípios, destinará R$ 152 mihões aos projetos, com destaque para o reforço da rede em Campinas, com a construção de duas subestações e a ampliação da SE Campinas 4 - Boa Vista. A empresa vai aportar quase R$ 42 milhões na construção de quatro linhas de transmissão na região de Piracicaba e no segundo circuito da linha entre as subestações Sumaré e Saltinho.

A CPFL Piratininga, que abastece 27 municípios no interior e no litoral, investirá R$ 87 milhões em sua área de concessão. A Baixada Santista irá ganhar duas novas subestações, SE Santos 8 e SE São Vicente 3, que consumirão R$ 29 milhões. A empresa ainda vai construir outras quatro subestações e ampliar a SE Louveira.

O município de Tapiratiba receberá R$ 4,6 milhões de investimentos da CPFL Leste Paulista na construção de uma subestação na cidade. A CPFL Santa Cruz destinará quase R$ 5 milhões na ampliação da subestação Ourinhos 2. A CPFL Mococa investirá R$ 4 milhões na cidade de Mococa na construção de uma nova subestação.

 

Números por distribuidora

CPFL Paulista

  • Construção de seis subestações e a ampliação de outras sete; construção de quatro linhas de transmissão para interligação da nova fonte de Piracicaba de 440 kV de tensão da CPFL Transmissora e do segundo circuito da linha entre Sumaré e Saltinho
  • Investimentos: R$ 152 milhões
  • Capacidade de potência adicionada: 365 Megavolt ampere (MVA)
  • Nº de consumidores beneficiados: 315 mil
  • Cidades beneficiadas: Araraquara, Bauru, Birigui, Botucatu, Campinas, Franca, Itapira, Itatiba, Marília, Matão, Piracicaba, Saltinho, Santa Bárbara D'Oeste, São José do Rio Preto, Sumaré e Ribeirão Preto.

​ 

CPFL Piratininga

  • Construção de seis subestações e a ampliação da SE Louveira
  • Investimentos: R$ 87 milhões
  • Capacidade de potência adicionada: 266 MVA
  • Nº de consumidores beneficiados: 95 mil
  • Cidades beneficiadas: Araçariguama, Indaiatuba, Itú, Jundiaí, Louveira, Santos e São Vicente

 

CPFL Santa Cruz

  • Ampliação de uma subestação
  • Investimentos: R$ 5 milhões
  • Capacidade de potência adicionada: 13,3 MVA
  • Nº de consumidores beneficiados: 41 mil
  • Cidades beneficiadas: Ourinhos, Piraju e Timburi

 

CPFL Leste Paulista

  • Construção de uma subestação
  • Investimentos: R$ 4,6 milhões
  • Capacidade de potência adicionada: 6,3 MVA
  • Nº de consumidores beneficiados: 4 mil
  • Cidades beneficiadas: Tapiratiba

 

CPFL Mococa

  • Construção de uma subestação
  • Investimentos: R$ 4 milhões
  • Capacidade de potência adicionada: 12,5 MVA
  • Nº de consumidores beneficiados: 45 mil
  • Cidades beneficiadas: Mococa

​​ 

Sobre a CPFL Energia​

A CPFL Energia, há 102 anos no setor elétrico, atua nos segmentos de distribuição, geração, comercialização, serviços e telecomunicações. É líder no mercado de distribuição, com 13% de participação, totalizando mais de 7,5 milhões de clientes nos Estados de São Paulo, Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Paraná.​

Na comercialização, é um dos líderes no mercado livre, com uma participação de mercado de 14% na venda para consumidores finais entre as comercializadoras. É líder na comercialização de energia incentivada para clientes livres.

Na geração, é o segundo maior agente privado do país, com um portfólio baseado em fontes limpas e renováveis. A CPFL Geração conta com 2.248 MW de potência instalada, considerando sua participação equivalente em cada um dos ativos de geração. Em 2011 criou a CPFL Renováveis, com ativos como PCHs, parques eólicos, termelétricas a biomassa e a usina solar Tanquinho, pioneira no Estado de São Paulo, e uma das maiores do Brasil. Adicionando a participação equivalente na CPFL Renováveis, a capacidade instalada total do Grupo CPFL atingiu 3.127 MW no final do terceiro trimestre de 2014. O grupo também ocupa posição de destaque em arte e cultura, entre os 15 maiores investidores brasileiros.

A CPFL Energia tem ações listadas no Novo Mercado da BM&FBovespa e ADR Nível III na NYSE, além participar do Índice Dow Jones Sustainability Index Emerging Markets e do Morgan Stanley Capital International Global Sustainability Index (MSCI). Pelo 10º. ano consecutivo, as ações da companhia integram a carteira do Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) da BM&FBovespa.

Tags:
    investimentos