Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
SharePoint

Release

Instituto CPFL promove sessão de abertura do ciclo “Infância e Juventude” do Cine CPFL e debate sobre sustentabilidade no Café Filosófico

Escrito por:

Assessoria de Imprensa   16/04/2017


Campinas, 10 de abril de 2017 - A exibição de “Antes o tempo não acabava”, de Sérgio Andrade e Fábio Balco, na terça-feira, 11/04, às 19h, abre a programação da semana no Instituto CPFL. O filme é o primeiro do novo ciclo temático, sobre infância e juventude, da mostra Cinema e Reflexão do Cine CPFL, em Campinas.

Vencedor do prêmio de Melhor Filme e Melhor Ator no festival Queer Lisboa e de Melhor Filme, Melhor Interpretação e Melhor Roteiro no Festival de Vitória, o drama conta a história de um jovem rapaz com raízes na etnia indígena saterê que se muda para Manaus e descobre os embates culturais das tradições do mundo de onde veio e cresceu e os costumes urbanos do complexo e conturbado cotidiano da metrópole. (Confira o trailer: https://www.youtube.com/watch?v=qP7P8MDlCqc)

A entrada é gratuita com retirada de ingressos para duas pessoas a partir das 18h.

A programação tem sequência na quarta-feira, 12/04, também às 19h, com um debate entre o jurista e ex-ministro das Relações Exteriores Celso Lafer e o filósofo Oswaldo Giacoia Jr. sobre “O desenvolvimento sustentável e as novas implicações da responsabilidade”.

O encontro, o quarto da série “Novos Horizontes da Responsabilidade” do Café Filosófico CPFL, que tem a curadoria de Giacoia Jr., será aberto ao público e terá transmissão ao vivo pelo site institutocpfl.org.br/cultura/aovivo

Segundo o ex-chanceler, a Constituição brasileira contempla a proteção ao meio ambiente ecologicamente equilibrado como direito das futuras gerações. “A Conferência Rio-92, conhecida como a Cúpula da Terra, e os recentes protocolos ecológicos internacionais têm em vista um conceito ampliado de responsabilidade tanto no âmbito da produção de conhecimentos científico-tecnológicos quanto no plano da ação social, das políticas públicas nacionais e globais. São fenômenos que desafiam a consciência jusfilosófica para a reflexão e o agir comprometido com uma perspectiva de amor mundi e de dignidade da vida humana”, afirma.

Cine Solar. Ainda na quarta-feira, 12/04, o Cine Solar, primeiro cinema itinerante sustentável do Brasil, promove, das 14h às 17h, uma Oficinema Solar, em parceria com o MAC, o Museu de Arte Contemporânea, em Americana. Haverá ainda exibição de curtas infantis sobre sustentabilidade às 18h e, às 19h, uma sessão gratuita do filme “Xingu”, de Cao Hamburger. 

O encontro será na Praça da Fraternidade, no Jardim da Paz (em caso de chuva a sessão acontecerá na Escola Caic, na Rua dos Ideais, também no Jardim da Paz).

No sábado, 15/04, será a vez de Jaguariúna receber a visita da estação móvel. 

Mais informações em institutocpfl.org.br/cultura/​

Tags:
    Instituto CPFL; Cine CPFL; Cinesolar; CPFL Energia; Cinema e Reflexão; cultura; Infância e Juventude