Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
SharePoint

Release

Instituto CPFL exibe em Campinas dez filmes da Mostra Internacional de Cinema em São Paulo

Escrito por:

Assessoria de Imprensa   17/10/2016


Campinas, 18 de outubro de 2016 - Começa nesta semana a Mostra Internacional de Cinema em São Paulo, e entre os dias 27 e 31 de outubro dez filmes do mais tradicional festival de cinema do país estarão em cartaz, em sessões gratuitas, na Sala Umuarama, no Instituto CPFL, em Campinas.

Os títulos têm produções e coproduções de 16 países – dos EUA à Índia, passando por Sérvia, Austrália, Irã, entre outros.

“Desde a sua idealização, no início dos anos 2000, o programa cultural da CPFL Energia, hoje sob a responsabilidade do Instituto CPFL, tem se destacado como um espaço amplo e democrático para o debate e a reflexão sobre o mundo contemporâneo. O desafio de lançar sobre este mundo olhares diversos, sob diferentes perspectivas, fez com que o cinema se tornasse um elemento fundamental em nossas ações ao longo desse tempo”, afirma Mário Mazzilli, diretor-superintendente do Instituto CPFL. 

“Hoje o Instituto CPFL é reconhecido como uma referência pelos fãs do cinema graças a uma série de ciclos temáticos realizados todos os meses pelo Cine CPFL. É, portanto, com muita satisfação que retomamos em 2016 a parceria com a Mostra Internacional de Cinema em São Paulo. Essa parceria reforça nosso compromisso de oferecer ao público, com entrada gratuita, a possibilidade de conferir alguns dos melhores títulos da produção cinematográfica contemporânea. São filmes que nos colocam em contato com novas linguagens, novas paisagens, novas possibilidades e novos universos. E nos ajudam a ampliar a sensibilidade, o olhar e a compreensão diante dos desafios da realidade atual: uma realidade que pode ser superada pela reinvenção do olhar”, completa Mazzilli.

Confira a lista dos filmes que estarão em cartaz no Instituto CPFL:
 

27/10/16 – quinta

19:00
Tanna (Tanna), de Bentley Dean e Martin Butler (104’). Austrália, Vanuatu. Livre.
Em uma das últimas sociedades tribais do mundo, uma jovem rompe com seu casamento arranjado para fugir com seu amante, desencadeando uma guerra que ameaça o futuro da tribo.

21:00
Amor e Outras Catástrofes (Kærlighed og Andre Katastrofer), de Sofie Stougaard (102’). Dinamarca. 16 anos.
Vistos de fora, Rosa e Frederik são o casal perfeito. Mas quando Rosa engravida, depois de, em segredo, parar de tomar a pílula, Frederik a convence a fazer um aborto. Enquanto isso, ele está tendo um caso com outra mulher, que também fica grávida, e busca conselhos sobre o que fazer com a melhor psicóloga da cidade: Rosa.
 
29/10/16 – sábado

17:00
O Violinista (The Violin Player), de Bauddhayan Mukherji (72’). Índia. Livre.
Um dia na vida de um violinista fracassado de Bollywood cuja vida não tem nada de excepcional. O acaso lhe dá uma oportunidade e ele acaba encontrando expressão em um lugar improvável. O dia se desdobra e revela verdades surpreendentes sobre música, arte, vida e sobrevivência.

19:00
O Amor é mais Profundo do que a Água (Love is Thicker Than Water), de Emily Harris e Ate de Jong (105’). Reino Unido. 12 anos.
Vida é uma violoncelista londrina de classe média que se apaixona por Arthur, um rapaz pobre do País de Gales que trabalha como entregador. A relação dos dois é posta à prova quando eles conhecem as famílias um do outro e são forçados a confrontar suas classes e diferenças culturais.

21:00
Solstício de Verão (Letnie Przesilenie), de Michal Rogalski (100’). Polônia, Alemanha. 16 anos.
Polônia, 1943. A amizade e o destino conectam um rapaz polonês do interior, a filha de um fazendeiro local, um jovem oficial alemão e uma garota judia de Varsóvia. Guido, Romek, Franca e Bunia se deparam com algo que os ameaça e, ao mesmo tempo, ajuda-os a fugir da dura realidade em que vivem: o amor. A improvável conexão entre os quatro, no contexto implacável de uma guerra, leva a uma série de tragédias.

30/10/16 – domingo

17:00
Radio Dreams (Radio Dreams), de Babak Jalali (93’). EUA, Irã. Livre.
É um grande dia para uma pequena estação de rádio que faz suas transmissões em persa, diretamente de São Francisco, nos EUA: a banda Metallica irá tocar no estúdio junto com o Kabul Dreams, o primeiro grupo de rock do Afeganistão. Mas, antes de tudo, o cotidiano intervirá ironicamente.

19:00
Sami Blood (Sameblod), de Amanda Kernell (112’). Suécia. 14 anos.
Elle Marja, de 14 anos, é uma garota da etnia sámi. Exposta ao racismo dos anos 1930 e a exames biológicos em seu colégio interno, ela passa a sonhar com outra vida. Para alcançá-la, a jovem tem que se tornar outra pessoa e cortar todos os laços com sua família e sua cultura.

21:00
Glory (Slava), de Kristina Grozeva, Petar Valchanov (101’). Bulgária, Grécia. Livre.
Tsanko Petrov, um trabalhador ferroviário, encontra uma enorme quantia de dinheiro nos trilhos do trem. Ele entrega todo o montante para a polícia, que o recompensa com um novo relógio de pulso, que logo para de funcionar. Enquanto isso, Julia Staikova, chefe do departamento de relações públicas do Ministério dos Transportes, perde o antigo relógio de Petrov. Ele começa então uma luta desesperada para obter seu velho relógio de volta, assim como sua dignidade.
 
31/10/16 – segunda

19:00
A Boa Esposa (Dobra Zena), de Mirjana Karanovic (94’). Sérvia, Bósnia-Herzegovina, Croácia. 16 anos.
Quando Milena é diagnosticada com câncer e, ao mesmo tempo, descobre o terrível passado de seu até então marido ideal, ela começa a passar por um despertar do paraíso suburbano em que pensava viver.

21:00
Heartstone (Hjartasteinn), de Gudmundur Arnar Gudmundsson (129’). Dinamarca, Islândia. 12 anos.
Em uma remota vila de pescadores na Islândia, os adolescentes Thor e Christian têm um verão turbulento. Enquanto um tenta ganhar o coração de uma garota, o outro descobre novos sentimentos pelo melhor amigo. Quando a estação termina e a natureza hostil da Islândia reassume seu lugar, chega o momento deles enfrentarem a vida adulta.

Tags:
    Instituto CPFL; cultura; CPFL Energia; Mostra Internacional de Cinema em São Paulo