Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
SharePoint

Release

Instituto CPFL, em Campinas, recebe seleção de pinturas do MAM São Paulo

Escrito por:

Assessoria de Imprensa   09/07/2019

Exposição “Tinta Sobre Tinta: acervo do MAM no Instituto CPFL” estará em cartaz a partir de 7/08 com obras de nomes como Iberê Camargo, Leda Catunda, Paulo Pasta e Tomie Ohtake.

O Museu de Arte Moderna de São Paulo leva obras de sua coleção para a Galeria de Arte do Instituto CPFL, em Campinas, com a exposição “Tinta Sobre Tinta: acervo do MAM no Instituto CPFL”, que apresentará ao público uma seleção de 35 pinturas, incluindo criações de artistas como Flávio de Carvalho, Iberê Camargo, Leda Catunda, Paulo Pasta e Tomie Ohtake.

A exposição, que fica em cartaz entre 07/08 e 30/11, terá peças que evidenciam a herança da pintura impressionista no Brasil. “O impressionismo inovou tecnicamente ao fazer uma obra final apenas com a primeira camada de esboço pintado; na tradição acadêmica, esse primeiro esboço era feito com a tinta pouco diluída e sem suavização do encontro entre os matizes cromáticos, algo que os impressionistas apresentavam como obra final. Tal herança foi elaborada pela pintura ao longo do último século como sinal de modernidade”, explica o curador do MAM São Paulo, Felipe Chaimovich.

Nesta exposição, serão mostrados trabalhos de pintores que deram diferentes tratamentos à exploração da materialidade das tintas. Com obras que datam entre 1935 e 2012, “Tinta Sobre Tinta: acervo do MAM no Instituto CPFL” revisita momentos importantes desta técnica na história da arte moderna e contemporânea brasileira, como a Geração 80, responsável pelo movimento de retorno à pintura subjetiva na década de 1980. Expoentes dessa corrente estarão presentes na mostra, como Carlito Carvalhosa e Rodrigo Andrade. 

Artistas mulheres também ganham destaque, exibindo uma ampla variedade de temas e propostas. Amélia Toledo, por exemplo, será representada com a tela abstrata “Branco”, de 1995. Já Vânia Mignone revela sua poética de rostos aliados a frases, tecendo uma trama narrativa – a obra da artista campinense selecionada para a exposição foi “Amparo”, de 1997. 

Tomie Ohtake, Maria Leontina, Maria Helena Andrés, Mônica Nador, Leda Catunda e Sheila Brannigan completam os nomes femininos. 

Tradicional meio para produzir retratos ao longo da História da Arte, pinturas com personagens de diferentes épocas também aparecem em “Tinta sobre Tinta”. Entre eles, o famoso óleo sobre tela “Nu” (1940) de Iberê Camargo, o multicolorido “Autorretrato” (1965) de Flávio de Carvalho e a acrílica sobre tela “Sem título” (1986) de Mauro Claro.

“Depois do sucesso da exposição ‘Paisagem na coleção do MAM’, realizada em 2017 na Galeria de Arte do Instituto CPFL, voltamos a receber em nosso espaço um recorte muito especial do acervo do Museu de Arte Moderna de São Paulo, desta vez com a exposição ‘Tinta sobre Tinta: acervo do MAM no Instituto CPFL’, uma seleção de 35 pinturas de grandes artistas, como Iberê Camargo e Tomie Ohtake, de quem também já expusemos diversas obras. É graças a parcerias como esta que o Instituto CPFL se consolidou, ao longo dos últimos 16 anos, como um importante agente da difusão da cultura em nosso país, com uma programação ampla, gratuita e qualificada, seja em nosso espaço, em Campinas, seja nos diversos municípios alcançados pelo Circuito CPFL. Nosso compromisso é promover o encontro da população com o que há de melhor nas manifestações artísticas e culturais do país”, afirma Mário Mazzilli, diretor superintendente do Instituto CPFL.

A exposição estará em cartaz estará a partir de 7/08, com entrada gratuita. Para saber mais, acesse:  https://www.institutocpfl.org.br e https://www.mam.org.br.​

Tags:
    Instituto CPFL; Campinas; seleção de pinturas; MAM;