Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
SharePoint

Release

Filmes nacionais e estrangeiros abrem programação de novembro do Cine CPFL

Escrito por:

Assessoria de Imprensa   30/10/2019

De produção franco-japonesa, “Vison” traz atuação elogiada da ganhadora do Oscar, Juliette Binoche. O evento exibe ainda o brasileiro “Os Jovens Baumann”, considerado pela crítica especializada como uma das gratas surpresas do ano. A entrada é gratuita.

A programação do Cine CPFL tem início na próxima semana com a exibição de “Vision” e “Os Jovens Baumann”, respectivamente nos dias 6 e 7 de novembro (quarta e quinta). Os longas compõem a programação de final de ano da mostra Cinema e Reflexão, do Instituto CPFL, com curadoria de Jurandir Müller e Francisco Cesar Filho.

Premiada com o Oscar em 1987, por “O Paciente Inglês”, Juliette Binoche é protagonista de “Vision” (2018), uma coprodução entre o Japão e França com a qual a atriz colheu inúmeros elogios por sua atuação. O enredo de “Vision” focaliza uma ensaísta francesa que escreve diários de viagens e passa o verão em uma floresta de Nara, no Japão, em busca da erva medicinal chamada visão – que nasce a cada 997 anos. Durante sua jornada, ela conhece Satoshi e uma relação floresce enquanto as estações passam, entretanto, a verdadeira razão para a visita de Jeanne ao local ainda é desconhecida. 

O título é assinado por Naomi Kawase, diretora japonesa com mais de 30 títulos no currículo e vencedora da Mostra Internacional de Cinema de São Paulo de 2015 com “Sabor da Vida”. Ela também conquistou, por três vezes, premiações no Festival de Cannes. Além de Binoche, o elenco conta com Masatoshi Nagas, considerado o ator fetiche da diretora. 

Segundo o crítico Luiz Carlos Merten, “Naomi Kawase valoriza o silêncio (...) e cria cenas que encantam pelo apuro audiovisual. A trilha de Makoto Ozone e o desenho de som de Roman Dymny viram personagens, como a floresta misteriosa. É como se o espectador estivesse sonhando acordado”. O filme possui classificação para 14 anos e ganha reapresentação no dia 20/11. 

Já o brasileiro “Os Jovens Baumann” (2019), de Bruno Carvalho Almeida, aborda um fato ocorrido em 1992, durante um encontro realizado na propriedade da família Baumann, no interior de Minas Gerais, onde todos os jovens herdeiros da família desaparecem misteriosamente. O acontecimento é revisitado por meio de filmagens e fotografias antigas, na esperança de reconstituir seus últimos dias e solucionar o caso. 

O elenco conta com Julia Burnier, Isabela Mariotto, Marília Fabbro e Anna Santos. Para o crítico Sérgio Alpendre, “Os Jovens Baumann” é também sobre “a magia das imagens, a crença no que elas narram, no que revelam e no que escondem”. A classificação é de 12 anos e uma nova sessão acontece no dia 14/11, com recursos de acessibilidade.

Com sessões gratuitas às 19h, a mostra Cinema e Reflexão é exibida na Sala Umuarama, no Instituto CPFL, que fica à rua Jorge de Figueiredo Corrêa 1632, Chácara Primavera, Campinas/SP. A entrada é gratuita, por ordem de chegada a partir das 18h.

Antes das projeções, o público pode aproveitar os últimos dias da exposição “Tinta Sobre Tinta: acervo do MAM no Instituto CPFL” na Galeria de Artes do Instituto CPFL. A mostra é resultado de uma parceria com o Museu de Arte Moderna de São Paulo e apresenta uma seleção de 35 pinturas, incluindo criações de artistas como Flávio de Carvalho, Iberê Camargo, Leda Catunda, Paulo Pasta e Tomie Ohtake. A visitação tem entrada gratuita e as obras ficarão em cartaz até 30/11.

Tags:
    Filmes nacionais e estrangeiros; novembro; Cine CPFL; Instituto CPFL;