Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
SharePoint

Release

Fernando Schüler fala sobre “Nietzsche e os sentidos da vida” no Café Filosófico CPFL

Escrito por:

Assessoria de Imprensa   10/06/2019

A pergunta sobre como viver sempre foi uma das grandes questões da filosofia, e é muito provável que seja uma questão sem resposta. 

É o que afirma o filósofo e cientista político Fernando Schüler, curador do módulo de junho do Café Filosófico CPFL, e que nesta sexta, 14/06, às 19h, conversa com o público sobre “Nietzsche e os sentidos da vida”.

O encontro tem entrada gratuita no Instituto CPFL, em Campinas, e transmissão ao vivo pelas redes sociais (confira os links abaixo)

Do herói nietzschiano ao homem suave e otimista de Luc Ferry, diz o palestrante, é possível que tudo não passe de uma questão de estilo: de um lado, a renúncia em troca de uma ideia incerta de grandeza; de outro, o ideal contemporâneo da combinação da vida reflexiva com o prazer e o cultivo do cotidiano.

“Somos de um tempo em que vivemos mais, em um mundo pautado pela abundância. Cultivamos o corpo, nos aventuramos mundo afora e recusamos a velha cisão entre o trabalho o prazer. Há quem fale de uma civilização suavemente hedonista, há quem prefira um tom mais político, tratando da emergência dos valores pós-materiais ao debate público”, explica.

Para ele, a grande questão prossegue sem resposta, ou ao menos sem a grande e definitiva resposta. “Mas as perguntas que a envolvem parecem mais atuais do que nunca.”​

Tags:
    Fernando Schüler; Nietzsche e os sentidos da vida; Café Filosófico CPFL; Instituto CPFL;