Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
SharePoint

Release

Famílias de baixa renda de Araraquara recebem aquecedores solares para economizar energia

Escrito por:

CPFL Imprensa   05/09/2013

CPFL Paulista investiu R$ 335 mil pelo Programa de Eficiência Energética nesta ação que ajudará a economizar 138 MWh por ano. 

Mais de 160 famílias com baixa renda do Jardim São Rapahel II, em Araraquara, foram beneficiadas com aquecedores solares para o sistema de água. A instalação dos aparelhos faz parte do Programa de Eficiência Energética da CPFL Paulista e tem o objetivo de tornar mais racional o consumo de energia das famílias beneficiadas. 

Somente nesta ação do programa, foram investidos R$ 355 mil. Estes recursos foram usados para reduzir o consumo do chuveiro elétrico que pode representar até 30% da conta de energia em uma residência.

Com os sistemas de aquecimento de água que utilizam placas solares, a economia de energia esperada é de 138 MWh por ano. Para efeito de comparação, a mesma quantidade de energia que as famílias economizaram neste período daria para abastecer, aproximadamente, 70 residências durante um mês, que tenham consumo médio mensal de 200 KWh.

O Programa de Eficiência Energética da CPFL Paulista é aprovado pela Aneel. O objetivo é reinvestir parte do valor arrecadado com o consumo de energia elétrica na comunidade, para promover o seu uso racional e inteligente, combater o desperdício e contribuir para a ampliação da reflexão da sociedade sobre o uso da energia.

Programa de Eficiência Energética da CPFL Energia

O programa de Eficiência Energética das distribuidoras do grupo CPFL Energia, contou com R$ 59,7 milhões, durante todo o ano de 2012, para o desenvolvimento de ações voltadas ao consumo consciente de energia elétrica nos 569 municípios de suas áreas de concessão. Consciente de que a energia é essencial ao bem-estar das pessoas e ao desenvolvimento da sociedade, a CPFL Energia acredita que produzir e utilizar energia de forma sustentável é vital para o futuro da humanidade.

Do montante total, foram aplicados mais de R$ 36 milhões em projetos para a população de baixo poder aquisitivo, que se concretizaram em ações como substituição de geladeiras e chuveiros por modelos novos, mais eficientes, instalação de trocadores de calor nas residências, cursos de formação de eletricistas, regularização de ligações clandestinas e doações de padrões internos de energia, o chamado “postinho”. Outros R$ 13 milhões foram utilizados para melhorar a eficiência energética de prédios públicos e empresas de serviço público, com doação de lâmpadas e troca de luminárias. As iniciativas educacionais, que ajudam a formar consumidores mais conscientes da importância de se economizar energia, receberam verba de R$ 8,6 milhões; e as indústrias receberam R$ 1,3 milhão de incentivo, em projetos e equipamentos, para se tornarem mais eficientes.

A quantidade de energia elétrica poupada na aplicação dos programas de eficiência energética da CPFL Energia, em 2012, foi de 33,3 mil MWh. A título de comparação, essa mesma quantidade de energia seria suficiente para abastecer, aproximadamente, 166 mil clientes residenciais, com consumo médio de 200 KWh mensais, pelo período de um mês.

Tags: