Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
SharePoint

Release

CPFL Piratininga alerta para os perigos da ocupação das faixas de servidão sob as linhas de transmissão

Escrito por:

Assessoria de Imprensa   18/11/2020

​Por meio do programa Guardião da Vida, empresa faz apelo para que as pessoas respeitem o limite de distância estabelecido pela normatização

Santos, 19 de novembro de 2020. O uso da área para estacionamento, muros e construções irregulares, árvores de espécies que possuem tamanho incompatível com o local, acumulo de lixo. Esses são apenas alguns dos problemas enfrentados pelas distribuidoras do Grupo CPFL Energia nas Faixas de Servidão existentes ao longo das Linhas de Transmissão, principalmente nas regiões urbanas das diversas cidades, onde o Grupo atua. Para acesso às estruturas das redes elétricas de alta tensão, que ocupam esses locais, as equipes precisam fazer verdadeiros “malabarismos”. Além das dificuldades de ingresso, em caso de obras ou de serviços emergenciais, existe ainda o perigo de choques elétricos, que podem atingir as pessoas que estão utilizando, indevidamente esses terrenos.

Os eletricistas da CPFL Piratininga, que atuam na Baixada Santista, deparam-se com situações em que a ocupação das Faixas de Servidão excede os limites, prejudicando o acesso aos equipamentos, em casos de obras ou mesmo de manutenções emergenciais, representando risco para todo o sistema elétrico e para a vida de quem está utilizando indevidamente o local. Em alguns locais além de invasões, como construção de moradias, torna-se comum o plantio de árvores, hortas comunitárias cercadas, além de atividades comerciais, como oficinas e estacionamentos para carros e caminhões.

Em Santos, a faixa de servidão foi ocupada por caminhoneiros, que fizeram do local um ponto de estacionamento para seus veículos de grande porte. Essa atividade está colocando em risco a operação da rede, a segurança das linhas e dos próprios caminhoneiros, que podem vir a receber uma descarga elétrica caso algum veículo toque a rede ou colida contra as torres da linha de transmissão. Por conta disso, a distribuidora está solicitando, por meio de ações de conscientização promovidas pela campanha Guardião da Vida, que se respeite a faixa de servidão regulamentada. Para que essa ação seja bem-sucedida, também foi necessário o pedido na Justiça para reintegração de posse da servidão da área.

Faixa de servidão

São faixas existentes ao longo das novas Linhas de Transmissão que caracterizam-se como locais com restrições ou limitações para implementação de uso e ocupação, que configurem violação dos padrões de segurança estabelecidos nas normas técnicas e procedimentos. O uso compartilhado destes locais depende de análises técnicas e de segurança. Sendo vedado qualquer tipo de uso que exponha as pessoas a condições de risco ou que venham a representar obstáculos ou limitações à plena operação das instalações elétricas ali contidas, no caso de manutenções preventivas, emergenciais ou corretivas.

Tags:
    CPFL Piratininga; Segurança; Guardião da Vida;