Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
SharePoint

Release

CPFL Paulista investe mais de R$ 2,8 milhões em programa de eficiência energética na UNICAMP

Escrito por:

Assessoria de Imprensa   24/04/2016

​​Parceria prevê obras nos sistemas de ar condicionado do CEMIB e da Biblioteca Central, além de obras no sistema de iluminação do campus

Campinas, 25 de abril de 2016 - A CPFL Paulista e a Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) assinaram nesta segunda-feira, dia 25, um termo de entrega das obras de Eficiência Energética, que contemplam a instalação dos sistemas de ar condicionado da Biblioteca Central e do Centro Multidisciplinar para Investigação Biológica na Área da Ciência de Animais de Laboratório (CEMIB), além da substituição do sistema de iluminação do campus. O projeto tem um investimento estimado em R$ 2,897 milhões.

A expectativa da equipe técnica da distribuidora é que, com a conclusão das obras, a UNICAMP tenha uma economia esperada de R$ 1,460 milhão, reduzindo 3.122 MWh ao ano, quantidade de energia suficiente para abastecer em torno de 1.300 residências com um consumo mensal de 200 KWh durante um ano.

Com a diminuição do consumo de energia elétrica, as obras também contribuirão para o meio ambiente. A iniciativa evitará a emissão de 344,20 toneladas de CO2. Para efeito de comparação, essa quantidade de dióxido de carbono representa o mesmo que o plantio de 2.065 novas árvores.

A concepção e execução do projeto foram precedidas pela realização de um diagnóstico energético nas instalações da UNICAMP, no qual se comprovou a viabilidade técnica da iniciativa. "Para promover o consumo inteligente e eficiente de energia elétrica, desenvolvemos projetos e obras de eficiência energética como esta. Temos certeza de que esta parceria nos ajudará a disseminar a cultura do consumo racional pela região", afirma Gerente de Eficiência Energética da CPFL Energia, Luiz Carlos Lopes Júnior.

O programa de Eficiência Energética das distribuidoras da CPFL Energia é desenvolvido pelo Grupo desde 1998 e tem por objetivos a preservar os recursos naturais e promover educação para o uso racional de energia elétrica, evitando, assim, o desperdício. Os recursos do programa provêm do valor arrecadado nas contas de luz. Essa verba volta para a sociedade por meio de projetos que buscam tornar mais consciente a relação das pessoas com a energia elétrica, fazendo com que esta seja utilizada com responsabilidade.

Sobre a CPFL Energia

A CPFL Energia, há 103 anos no setor elétrico, atua nos segmentos de distribuição, geração, comercialização, serviços e telecomunicações. É líder no mercado de distribuição, com 13% de participação, totalizando mais de 7,5 milhões de clientes nos Estados de São Paulo, Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Paraná.

Na comercialização, é um dos líderes no mercado livre, com uma participação de mercado de 11% na venda para consumidores finais entre as comercializadoras. É um dos líderes na comercialização de energia incentivada para clientes livres.

Na geração, é o segundo maior agente privado do país, com um portfólio baseado em fontes limpas e renováveis. A CPFL Geração conta com 2.248 MW de potência instalada, considerando sua participação equivalente em cada um dos ativos de geração. Em 2011 criou a CPFL Renováveis, com ativos como PCHs, parques eólicos, termelétricas a biomassa e a usina solar Tanquinho, pioneira no Estado de São Paulo, e uma das maiores do Brasil. Adicionando a participação equivalente na CPFL Renováveis, a capacidade instalada total do Grupo CPFL atingiu 3.127 MW no final do terceiro trimestre de 2015. O grupo também ocupa posição de destaque em arte e cultura, entre os 15 maiores investidores brasileiros.

A CPFL Energia tem ações listadas no Novo Mercado da BM&FBovespa e ADR Nível III na NYSE, além participar do Índice Dow Jones Sustainability Index Emerging Markets e do Morgan Stanley Capital International Global Sustainability Index (MSCI). Pelo 11º. ano consecutivo, as ações da companhia integram a carteira do Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) da BM&FBovespa.

Tags:
    unicamp; eficiência; ar condicionado; iluminação