Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
SharePoint

Release

CPFL Paulista investe R$ 107 milhões na modernização da rede elétrica de Campinas em 2017

Escrito por:

Assessoria de Imprensa   16/04/2018

​Somadas, as cidades de Campinas, Sumaré, Hortolândia, Valinhos e Paulínia tiveram aporte de R$ 127,3 milhões para garantir serviços de qualidade aos consumidores

Campinas, 16 de abril de 2018 - A CPFL Paulista, distribuidora da CPFL Energia que atende 4,3 milhões de consumidores em 234 municípios do interior paulista, investiu R$ 107 milhões na modernização, manutenção e expansão do sistema elétrico de Campinas em 2017. O valor representa um crescimento de 64,5% em relação a 2016, contribuindo para aumentar o nível de conforto e qualidade do serviço oferecido aos 490 mil clientes atendidos no município.

Para suportar o crescimento do mercado e a garantir a qualidade dos serviços na cidade de Campinas, a distribuidora investiu R$ 43,3 milhões em ampliação da capacidade de subestações e linhas de transmissão e em adequação de capacidade da rede de distribuição, tornando o sistema elétrico da região mais flexível e robusto.

Entre as obras, destaca-se a ampliação da capacidade da Subestação (SE) Campinas Centro, em setembro de 2017. Com a instalação do quarto Transformador de Potência e investimento de R$ 20 milhões, a expansão garante energia suficiente para acompanhar o crescimento e fornecer energia com mais qualidade aos clientes do Cambuí, Vila Itapura, Jardim Chapadão, Jardim Guanabara e toda a área central. 

Do total, R$ 11,7 milhões foram aplicados em ligação de novos consumidores na área urbana e rural, por meio da instalação de novos medidores e ampliação da rede elétrica. Isso possibilitou o acréscimo de novos 2,295 mil clientes residenciais, comerciais e industriais ao sistema de distribuição da CPFL Paulista.

Em manutenção e melhorias na rede elétrica, foram investidos aproximadamente R$ 27 milhões. Deste montante, a concessionária destinou R$ 9,3 milhões em ações como manutenção programada ou emergencial e substituição de transformadores. Por sua vez, os investimentos em melhoramentos nas redes primária e secundária e instalação de novos equipamentos somaram R$ 17,7 milhões.

A CPFL Paulista segue no desenvolvimento de projetos especiais, que consistem em planos de modernização das redes de Transmissão e Distribuição e em projetos focados em Smart Grid (redes inteligentes). Para essas ações, a distribuidora dedicou em torno de R$ 24,2 milhões em investimento no município.

“Em toda a sua área de concessão, a CPFL Paulista atua intensamente para oferecer excelência no fornecimento de energia, segurança e qualidade para seus clientes. Os investimentos contínuos contribuíram para que a distribuidora alcançasse os melhores indicadores de continuidade no fornecimento de energia do País”, afirma o presidente da distribuidora, Carlos Zamboni Neto. 

Considerando Campinas e outros municípios vizinhos, a CPFL Paulista investiu, no total, R$ 127,3 milhões na modernização, expansão e manutenção da rede elétrica. A conta inclui, além de Campinas, as cidades de Sumaré (R$ 12 milhões), Valinhos (R$ 4 milhões), Paulínia (R$ 2,4 milhões) e Hortolândia (R$ 1,9 milhão).

Veja a lista de investimentos totais realizados pela distribuidora na região:

CidadeInvestimento
CampinasR$ 107 milhões
SumaréR$ 12 milhões
ValinhosR$ 4 milhões
PaulíniaR$ 2,4 milhões
HortolândiaR$ 1,9 milhão


Investimentos refletem na qualidade do serviço

Em 2017, a CPFL Paulista investiu R$ 745 milhões no sistema de distribuição dos seus R$ 745 milhões, um aumento de 31% em relação a 2016, quando o aporte foi de R$ 566 milhões. Os investimentos estão alinhados com os objetivos da CPFL Energia em sempre prestar serviços de alta qualidade para os consumidores, alinhando robustez e confiabilidade no fornecimento de energia com desenvolvimento regional.

Fruto dos investimentos, a CPFL Paulista é uma das distribuidoras com os menores índices de interrupção do fornecimento de energia do País. Segundo dados da Aneel, os clientes da companhia ficaram, em média, 7,14 horas sem energia, o segundo melhor indicador do País. Na prática, isso significa que os consumidores da empresa tiveram energia durante 99,9% do tempo no ano passado. A média nacional é de 14,35 horas sem luz. Além disso, a frequência das interrupções foi 4,94 vezes, o terceiro menor do Brasil. 

Além de todos os investimentos realizados na modernização, manutenção e expansão do sistema elétrico, a CPFL Paulista também apostou na digitalização dos seus canais de atendimento para facilitar a vida dos seus consumidores. A concessionária reformulou os seus principais canais de atendimento digitais, como a versão desktop e mobile do seu site e o aplicativo “cpfl energia”, disponibilizando os seus principais serviços por 24 horas por dia para os seus clientes. As iniciativas integram o Programa “Transformação do Atendimento”, que tem por objetivo ampliar a oferta de soluções digitais aos 9,3 milhões de clientes do Grupo CPFL nos Estados de São Paulo, Rio Grande do Sul, Paraná e Minas Gerais.

Tags:
    CPFL Paulista; Investimentos; Campinas