Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
SharePoint

Release

CPFL Paulista dá dicas para evitar acidentes com a rede elétrica em construções, reformas ou pinturas

Escrito por:

Assessoria de Imprensa   26/09/2021

Segundo dados da distribuidora, 21% dos acidentes com energia elétrica, 

na construção civil, são fatais. Por isso, ao construir, instalar antenas ou reformar 

fachadas é preciso um planejamento cuidadoso

Campinas, 27 de setembro de 2021. Ao construir ou reformar, instalar antenas, painéis luminosos ou realizar pintura em fachadas de prédios, muito cuidado! Essas são ações responsáveis por vários acidentes com a rede elétrica. Uma causa comum desses acidentes é a falta de planejamento, além da desatenção com equipamentos de proteção individual e coletiva. Esses acidentes, que ocorrem geralmente com trabalhadores autônomos, ao realizarem algum tipo de trabalho em locais próximos à rede elétrica, podem ser evitados se o profissional manter os devidos cuidados.

Um levantamento realizado pelo Grupo CPFL Energia, aponta que neste ano, até agosto, já ocorreram 19 acidentes em cidades da área de atuação das quatro distribuidoras do Grupo (CPFL Paulista, CPFL Piratininga, CPFL Santa Cruz e RGE). Desses acidentes, três foram considerados graves e quatro custaram as vidas de profissionais que estavam realizando seu trabalho, sem atentar para o perigo de manuseio de equipamentos próximos da rede elétrica. Somente nas áreas das três distribuidoras que atendem os estados de São Paulo, sul de Minas Gerais e norte do Paraná, já aconteceram 17 acidentes, sendo quatro fatais.

São casos como o de um trabalhador que realizava a pintura da fachada de uma residência, quando acidentalmente tocou a rede elétrica com o cabo extensor do rolo de pintura, e de trabalhadores que utilizavam um andaime metálico que tocou a rede e causou um curto-circuito. Para  ter ideia da gravidade desse tipo de acidente, durante o ano de 2020 ocorreram 33 casos, com cinco fatalidades, nas áreas de atuação das distribuidoras do Grupo.

Preocupada com o número de casos e com a tendência desse tipo de acidente se tornar comum, a CPFL, por meio de sua campanha “Guardião da Vida”, faz um apelo pela conscientização dos riscos reais que a eletricidade oferece, e aconselha os profissionais a adotarem medidas de segurança, o planejamento e o uso adequado de equipamentos de proteção, adotando medidas de segurança ao realizar seus trabalhos.

“As concessionárias de energia elétrica do Grupo CPFL Energia fazem um trabalho de orientação, especialmente voltado para profissionais autônomos, que trabalham na construção ou reforma. O objetivo é a conscientização para propagar o uso seguro da eletricidade, e o trabalho com segurança, em locais próximos da rede elétrica”, comenta Marcos Victor Lopes, gerente de Saúde e Segurança do Trabalho do Grupo CPFL. “Infelizmente, alguns profissionais acabam não seguindo as orientações, não planejam com cuidado as atividades e não procuram informações sobre segurança, antes de realizar seus trabalhos”, destaca.

Além de programas de treinamento, palestras, distribuição de material informativo, alertas nas contas de consumo de energia, informações e dicas disponibilizadas no site da campanha “Guardião da Vida” (https://guardiaodavida.com.br/​), as distribuidoras do Grupo CPFL também participam das campanhas anuais de segurança promovidas pela Abradee (Associação Brasileira de Distribuidoras de Energia Elétrica), cuja principal finalidade é também a de alertar para os riscos que a rede oferece, quando não existe planejamento cuidadoso do trabalho a ser executado. “Procuramos sempre divulgar nossos conselhos de segurança, e orientar os profissionais para que possam executar suas tarefas sem risco. A energia é um bem necessário para uma boa qualidade de vida, mas deve ser tratada com respeito e cuidado”, conclui Marcos Victor.

Confira, a seguir, dez dicas para evitar riscos de choque elétrico:

1.Ao manusear vergalhões, barras de aço, telhas metálicas, arames, réguas de alumínio, canos e outros materiais metálicos, tome cuidado para que estes não toquem nos fios da rede elétrica;

2.Ao construir ou reformar lajes e telhados, preste atenção à rede elétrica em volta da sua obra e mantenha sempre uma distância segura;

3.Andaimes devem ser instalados a uma distância segura da rede de eletricidade, principalmente quando for pintar ou instalar painéis e luminosos em fachadas;

4.Avise a distribuidora de energia sobre o trabalho em fachadas (pintura, instalação de painéis, etc.), antes de iniciar a atividade. Pode ser necessário desligar a rede para a execução;

5.Nunca faça a ligação direta do painel luminoso com a rede elétrica. O risco de choque elétrico é altíssimo;

6.Nunca faça ligações clandestinas. Além de perigosas, são ilegais. Se o local não tiver energia elétrica, solicite a ligação à concessionária;

7.Os pintores devem tomar cuidado com a rede de eletricidade quando forem pintar fachadas. O cabo extensor de pintura tem que ficar bem longe dos fios;

8.Instale antenas longe da rede elétrica e somente o faça com tempo bom, sem chuva;

9.Calcule uma distância segura para que, em caso de queda, a antena não toque nos fios elétricos. Uma simples aproximação pode ser fatal;

10.Se a antena, ou uma telha metálica cair na rede elétrica, não tente segurar ou recuperar. Acione a distribuidora de energia responsável imediatamente.                                                                         

Imagem: divulgação

 

https://www.youtube.com/watch?v=j0vSmLg8L8M​

Conheça as campanhas “Guardião da Vida”( https://guardiaodavida.com.br/), na página: https://guardiaodavida.com.br/campanhas​

Lá, você vai encontrar uma série de dicas especiais para quem trabalha na construção. É a CPFL mostrando sua preocupação com a segurança das pessoas

 

Tags:
    Campinas; CPFL Paulista; Guardião da Vida