Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
SharePoint

Release

​CPFL Paulista dá conselhos de segurança para se proteger durante as tempestades de verão​

Escrito por:

Assessoria de Imprensa   25/11/2015


Campinas, 26 de novembro de 2015 - O fim do ano está chegando e, com ele, tem-se o início da temporada de chuvas no Brasil, que se estende durante todo o período do Verão, fenômeno esse que parece ter sido antecipado para o mês de novembro, esse ano. Este período é marcado por tempestades e fortes ventos, que exigem cuidados adicionais da população com a instalação elétrica de suas residências e seus estabelecimentos comerciais e com a segurança da rede elétrica da distribuidora. 

Durante as tempestades de verão, é importante estar atento sobre os riscos que descargas atmosféricas (raios) podem trazer, como queima de aparelhos elétricos e até causar acidentes graves para a população. Recomenda-se evitar o uso do telefone, pois uma descarga atmosférica também pode entrar pela rede de dados. Outra dica é ficar longe de janelas e porta metálicas para evitar choques. 

Igualmente, as chuvas podem causar as inundações que se tornam comuns em algumas regiões. Nesses locais, além da habitual inspeção que é feita pelos profissionais da empresa, a CPFL Paulista orienta para que se tomem alguns cuidados. Se a água chegar à altura de tomadas mais baixas, o melhor é que sejam desligados os disjuntores das residências para evitar que a corrente de energia passe pela água. Caso a água ameace atingir a caixa do medidor, o cliente deve contatar a CPFL para que seja desligada a energia da casa.

Tempestades e rajadas de ventos também podem causar sérios danos à rede elétrica, levando ao rompimento de cabos e à queda de postes. Nestes casos, a população não deve tocar a fiação solta e deve ficar o mais distante do local para evitar acidentes graves. Além disso, o cliente deve contatar o mais rápido possível a CPFL e/ou a Defesa Civil e o Corpo de Bombeiros para que o local seja isolado e a rede possa ser reconstruída para o reestabelecimento do fornecimento de energia. 

“Alinhada à sua política de segurança e prevenção de acidentes, a CPFL Paulista desenvolve campanhas anuais explicando os riscos de acidentes envolvendo a rede elétrica e as formas de evitá-los. A distribuidora realiza ainda, junto às entidades e sindicatos de construção civil de sua área de concessão, palestras e distribui cartilhas indicando padrões de segurança e demais cuidados que devem ser tomados e um dos temas abordados é como se comportam diante das tempestades com descargas atmosféricas, que têm aumentado muito em nosso Estado”, informa Márcio Mário Zidan, gerente de Segurança do Trabalho, Saúde e Qualidade de Vida. 
  
O contingente da CPFL está pronto para atender esses chamados emergenciais que ocorrem nessa época do ano. Durante esse período, no chamado “Plano Verão”, toda a área de atuação da distribuidora, está de prontidão com técnicos e eletricistas, além de atendentes no Call Center (CPFL Atende) que se revezam para restabelecer a energia elétrica o mais rápido possível, bem como para solucionar problemas apontados pelos clientes. “É um esforço concentrado que reúne a CPFL, Defesa Civil, prefeituras, e tem tido sucesso. Por isso intensificamos essas ações nesse período, buscando sempre oferecer o melhor serviço possível para nossos clientes”, afirma o gerente Regional da CPFL Paulista em Campinas, Rodrigo de Vasconcelos Bianchi.
 
Para ter segurança durante os temporais, evitando principalmente os raios, a CPFL Paulista dá algumas dicas:

Nunca use aparelhos elétricos e eletrodomésticos durante as tempestades elétricas ou em locais com água ou umidade, nem com as mãos ou os pés molhados. Cobri-los não gera qualquer efeito de proteção;

Não mude a chave (verão/inverno - fria/morna/quente) do seu chuveiro se ele estiver ligado e principalmente nos dias em que estiverem ocorrendo descargas atmosféricas. Se tomar choque ao ligar torneiras e chuveiros elétricos, isso indica que existe um problema de aterramento (fio de terra) na instalação;

Não mexa no interior dos televisores e opte por mantê-los desligados durante as tempestades. Equipamentos eletrônicos sensíveis, como microcomputadores, precisam de proteção especial contra descargas elétricas;

Evite falar ao telefone, pois uma descarga atmosférica também pode entrar pela rede de dados;

Fique longe de objetos isolados, como árvores e postes de luz. Procure uma casa de alvenaria e fique longe de janelas e portas metálicas, especialmente durante a incidência das descargas atmosféricas;

Os veículos também se constituem num dos melhores abrigos contra os raios, não pelos pneus, mas pela proteção proporcionada por um fenômeno conhecido como Gaiola de Faraday que, em resumo, significa que dentro de uma gaiola a eletricidade não penetra;

Se você estiver caminhando com uma mochila com uma armação de metal, retire-a assim que detectar um raio. Certifique-se de deixá-la pelo menos 100 metros de onde quer que você esteja se abrigando;

Se não há abrigo por perto, o melhor é agachar, colocar a cabeça entre as pernas e abraçar os joelhos. Fique com os pés, juntos, em contato com o chão;

Se você for pego em uma tempestade de raios com um grupo de pessoas, mantenha uma distância de, pelo menos, 50 a 100 metros entre cada pessoa;

Mova-se para uma elevação mais baixa, pois raios são muito mais propensos a atingir objetos em altitudes mais elevadas. Faça o máximo para ficar no nível mais baixo possível e evite grandes espaços abertos, onde você é mais alto do que qualquer outra coisa ao seu redor, como um campo de golfe ou campo de futebol;

Não realize trabalhos externos, especialmente em locais elevados ou no alto de prédios (como instalar ou acertar antenas, calhas etc.), durante um temporal;

Em zonas rurais, as cercas longas devem ser seccionadas e aterradas (de 100 em 100 metros, por exemplo) para se evitar criar um caminho contínuo para os raios, que pode levar destruição ao longo dessa cerca;

Se durante um temporal ocorrer de algum cabo do sistema elétrico se romper (por queda de galhos de árvores ou raios, por exemplo), não toque nem chegue perto do local. Se o mesmo vier cair sobre um carro, a pessoa não deve tentar sair de dentro e ninguém deve se aproximar do veículo, pra tentar prestar socorro. Isole a área e acione imediatamente a empresa distribuidora de energia responsável, se for a CPFL Paulista ligue para o telefone 0800 010 1010, por e-mail: paulista@cpfl.com.br ou pelo site: www.cpfl.com.br

Tags:
    CPFL Paulista; temporal; segurança