Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
SharePoint

Release

CPFL Energia publica Relatório Anual de 2016 com destaques no campo da sustentabilidade

Escrito por:

Assessoria de Imprensa   04/04/2017

​​​Publicado no formato do Relato Integrado, o documento reporta os projetos e os resultados conquistados aos seus stakeholders​

Campinas, 5 de abril de 2017 – A CPFL Energia, maior grupo privado do setor elétrico brasileiro, divulgou hoje ao mercado o Relatório Anual 2016, com o objetivo de reportar aos stakeholders as ações e os resultados alcançados pelo Grupo sob as óticas econômico-financeira e socioambiental dos seus negócios. A exemplo dos últimos anos, o material foi elaborado conforme a metodologia do Relato Integrado, desenvolvida pelo International Integrated Reporting Council (IIRC).

O Relatório Anual é uma das principais ferramentas de gestão do Grupo no campo da sustentabilidade, junto com a Plataforma de Sustentabilidade e com o Comitê de Sustentabilidade. O compromisso da CPFL Energia com o assunto tem sido objeto de reconhecimento em diversos fóruns nacionais e internacionais, inclusive pelo mercado de capitais. As ações do Grupo estão há cinco anos consecutivos no Dow Jones Sustainability Emerging Markets Index, da Bolsa de Nova York, sendo a oitava elétrica mais sustentável do mundo e a primeira fora da Europa.

"Com o Relatório Anual, consolidamos um pensamento sistêmico para a gestão dos nossos negócios, articulando um sólido modelo de governança em sustentabilidade, em linha com as transformações do setor elétrico mundial e com as mudanças em curso na sociedade", afirma o vice-presidente Jurídico e de Relações Institucionais da CPFL Energia, Luiz Eduardo Osorio.

Para elaborar o material, que consolida as informações das empresas controladas do Grupo entre 1º de janeiro a 31 de dezembro de 2016 (exceto a RGE Sul, cuja aquisição foi concluída em novembro de 2016), a Diretoria de Sustentabilidade do Grupo entrevistou 17 executivos da empresa, entre diretores, vice-presidentes e o presidente Andre Dorf. Em paralelo à construção da visão mais ampla sobre a atuação do Grupo no ano em que passou, desenvolveu-se também o processo de coleta de informações e dados internos para elaboração do documento.

As informações no Relatório Anual 2016 estão organizadas com base no conceito de capitais: humano, social e de relacionamento, de infraestrutura, de conhecimento e competências, natural e financeiro. Para cada tema, o Relatório apresenta um conjunto de informações, detalhando as atividades, os seus impactos e a criação de valor proporcionada. O documento também discorre sobre o contexto atual do setor elétrico e a estrutura da governança corporativa do Grupo.

Além de aplicar a metodologia do Relato Integrado, o Relatório Anual 2016 também incorpora as diretrizes do Global Reporting Initiative (GRI) e os princípios do Pacto Global das Nações Unidas. O documento completo pode ser acessado pelo site www.cpfl.com.br/relatorioanual​.

Destaques do Relatório Anual 2016

Capital Humano

  • O Grupo encerrou 2016 com 10,195 mil colaboradores, sendo 22% mulheres e 78% homens. Com a RGE Sul, o número total de colaboradores é de 12,87 mil;

 

  • A rotatividade foi de 17,80% (19,90% em 2015);

 

  • 32% dos colaboradores estão com menos de 30 anos.

 

Capital de Conhecimento e Competências

  • R$ 20,2 milhões investidos em Pesquisa e Desenvolvimento em 2016;

 

  • Remodelação do pipeline de inovação da CPFL contou com a participação de um grupo de alunos da Universidade de Cambridge.

 

Capital Social e de Relacionamento

  • 4,592 mil fornecedores. Destes, 107 são estratégicos (mais de 80% dos custos) e 53 críticos (além de estratégicos, com risco operacional e/ou reputacional);

 

  • 9,224 milhões de clientes;

     
  • R$ 870 mil investido no programa de Revitalização dos Hospitais Filantrópicos, com atendimento de 20 hospitais das regiões de Barretos e Marilia.

 

Capital Natural

  • Consumo de energia pela CPFL Energia: 68.602.304,9 GJ;

 

  • Consumo de água nas sedes: 160.845 m³;

 

  • Consumo de energia elétrica: 4.641,2 GWh;

 

  • Emissão de Gases de Efeito Estufa - Escopo 1 (emissões diretas): 231 mil tCO2e;

 

  • Emissão de Gases de Efeito Estufa - Escopo 2 (consumo próprio de energia): 381 mil tCO2e;

 

  • Geração de resíduos Classe 1: 105,77 toneladas;

 

  • Área inundada: 92,644 km²;

 

  • Em 2016, os investimentos em meio ambiente totalizaram R$ 132,37 milhões.

 

Capital de Infraestrutura

Geração

  • Convencional: 8 Usinas Hidrelétricas, 2 Usinas Térmicas (2.199 MW de capacidade instalada)

 

  • Renovável: 43 parques eólicos, 39 PCHs, 8 usinas termelétricas a biomassa e 1 usina solar (1.060 MW de capacidade instalada – participação CPFL)

 

  • Energia assegurada: 14.188 GWh

 

  • Energia gerada: 15.713 GWh

 

Distribuição:

  • Redes de distribuição: 315,538 mil km

 

  • Transformadores de distribuição: 450,247 mil

     
  • Linhas de distribuição de alta tensão entre 34,5 kV e 138 kV: 12,181 km mil

     
  • Subestações de distribuição: 523

     
  • Capacidade total de transformação: 17,316 mil MVA

 

Capital Financeiro

  • Receita operacional líquida: R$ 19,112 bilhões

 

  • Lucro líquido: R$ 879 milhões

     
  • EBITDA: R$ 4,126 bilhões

 

Sobre a CPFL Energia​

A CPFL Energia, há 104 anos no setor elétrico, atua nos segmentos de distribuição, geração, comercialização e serviços. Desde janeiro de 2017, o Grupo faz parte da State Grid, estatal chinesa que é a segunda maior organização empresarial do mundo e a maior companhia de energia elétrica, atendendo 88% do território chinês e com operações na Itália, Austrália, Portugal, Filipinas e Hong Kong.

Com 14,3% de participação, a CPFL Energia é líder no mercado de distribuição, totalizando mais de 9,1 milhões de clientes em 679 cidades, entre os estados de São Paulo, Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Paraná. Na comercialização, é uma das líderes no mercado livre, com participação de mercado de 14,1% na venda para consumidores finais. É líder na comercialização de energia incentivada para clientes livres entre as comercializadoras.

Na geração, é a terceira maior agente privada do País, com um portfólio baseado em fontes limpas e renováveis, como grandes hidrelétricas, usinas eólicas, térmicas a biomassa, Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCH) e usina solar. Considerando a participação acionária na CPFL Renováveis, maior empresa de geração da América Latina a partir de fontes alternativas de energia, a capacidade instalada do Grupo CPFL alcançou 3.258 MW, no final do ano de 2016.

A CPFL Energia possui ações listadas no Novo Mercado da BM&FBovespa e ADR Nível III na NYSE, além de participar do Índice Dow Jones Sustainability Index Emerging Markets. Pelo 12º. ano consecutivo, as ações da companhia integram a carteira do Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) da BM&FBovespa. O Grupo também ocupa posição de destaque em arte e cultura, entre os maiores investidores brasileiros, por meio do Instituto CPFL.

Tags:
    relatório anual; sustentabilidade; IIRC;