Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
SharePoint

Release

CPFL Energia publica o Relatório Anual de 2015

Escrito por:

Assessoria de Imprensa   04/04/2016

Documento apresenta principais informações da companhia, 
resultados financeiros e atividades operacionais

Campinas, 31 de março de 2016 – A CPFL Energia, maior grupo privado do setor elétrico brasileiro, divulgou ao mercado o Relatório Anual 2015. Como ocorreu no ano de 2014, o documento foi elaborado conforme a estrutura do “Relato Integrado”, desenvolvida pelo International Integrated Reporting Council (IIRC). Essa abordagem correlaciona as principais informações da empresa com a sua estratégia empresarial, os seus resultados financeiros e as atividades operacionais.

“Em momentos de crise, contar com uma estrutura de governança corporativa sólida e exercer uma gestão cautelosa é fundamental.  O Relatório demonstra de um jeito mais objetivo os principais resultados alcançados pelo Grupo CPFL Energia em 2015, diante de um cenário desafiador provocado pela questão hidrológica, mudanças regulatórias e a difícil situação econômica do País”, diz o diretor de Sustentabilidade da CPFL Energia, Rodolfo Sirol.

A publicação do Relatório Anual 2015 no formato do Relato Integrado tem como objetivo manter um relacionamento transparente com todos os seus públicos e prestar contas das ações, projetos e resultados alcançados pelo Grupo. O documento se constitui em um exercício de pensamento corporativo integrado, aproximando o aspecto socioeconômico da dimensão econômico-financeira, além de facilitar a identificação de riscos e oportunidades aos negócios e as principais estratégias empresariais.

As informações apresentadas no documento referem-se principalmente ao período de 1 de janeiro a 31 de dezembro de 2015 e abrangem todas as empresas controladas pelo Grupo, exceto quando indicado. Em 2015, a CPFL consolidou sua Plataforma de Sustentabilidade que foi construída com base num processo robusto de consultas e pesquisas e resultou em temas materiais, respectivos indicadores e metas de desempenho, que guiam o Relatório.

Para cada tema, o Relatório apresenta um conjunto de informações, detalhando as atividades, os seus impactos e a criação de valor proporcionada. O documento também apresenta o contexto atual do setor elétrico e a estrutura da governança corporativa do Grupo. O Relatório Anual 2015 incorpora a metodologia do Relato Integrado e diretrizes do Global Reporting Initiative (GRI), os princípios do Pacto Global das Nações Unidas e os indicadores e as informações relevantes para do Dow Jones Sustainability Index (DJSI). 

Destaques do Relatório Anual 2015

Capital de Infraestrutura:
  • Expansão do segmento de Geração, com aumento da capacidade instalada de 3.127 MW para 3.129 MW (considerando 51,6% na CPFL Renováveis).
  • Portfolio da CPFL Renováveis com total de 1.802 MW de capacidade instalada em operação, compreendendo 38 PCHs (399 MW), 34 parques eólicos (1.032 MW), 8 usinas termelétricas a biomassa (370 MW) e 1 usina solar (1 MW). Em abril de 2015, o parque eólico Morro dos Ventos II, localizado no município de João Câmara/RN, iniciou sua operação com 29,2 MW de capacidade instalada, oito meses antes do planejado.
  • Acréscimo da carteira de clientes da Distribuição em 166 mil, atingindo 7,8 milhões.
  • Mais de 300 mil inspeções na Distribuição realizadas nos últimos 12 meses, que recuperaram 330 GWh de energia elétrica desviada do sistema da empresa. Como base de comparação, esse volume seria suficiente para abastecer aproximadamente 130 mil residências durante um mês.

Capital Natural:
  • Em 2015, os investimentos em meio ambiente totalizaram R$ 87,38 milhões, sendo R$ 27,48 milhões relacionados com a produção/operação da empresa, e R$ 59,9 milhões – programas/ projetos externos.
  • Consolidação da Estratégia de gestão de mudanças climáticas e gestão de impactos socioambientais.
  • CPFL Eficiência em 2015 fechou seu primeiro contrato multissoluções com uma multinacional brasileira para modernizar os sistemas de iluminação e climatização, financiar dois projetos de energia solar e ainda promover a migração do cliente para o mercado livre.

Capital de Relacionamento com Partes Interessadas:
  • Em 2015 foram registrados cerca de 45 milhões de atendimentos, um aumento de 27% em relação ao ano anterior. O canal de atendimento Internet representou 55% desse total, enquanto os canais call center e atendimento presencial reduziram.
  • O Grupo CPFL Energia teve os melhores resultados nos indicadores de qualidade da Pesquisa ABRADEE, em comparação aos outros grupos empresariais que participaram da pesquisa em 2015.
  • Foram investidos mais de R$ 59,8 milhões em projetos de Eficiência Energética, sendo R$ 39,3 milhões em projetos destinados aos consumidores residenciais de baixo poder aquisitivo.

Capital Humano:
  • R$ 12 milhões investidos em treinamentos e capacitação em 2015, com uma média de 59,06 horas de treinamento por funcionário, superior à média da Pesquisa Sextante- 2015 de 53 horas.
  • Redução de turnover de 23,40% em 2014 para de 19,90% em 2015. 
  • Destaque para realização de programas de gestão de talentos, plano de sucessão, gestão do desempenho, desenvolvimento do capital humano e saúde e segurança.

Capital de Conhecimento e Competências:
  • R$ 25,1 milhões investidos em Pesquisa e Desenvolvimento Tecnológico e Científico.
  • Destaque para o projeto de Mobilidade Elétrica que, iniciado em 2013, receberá cerca de R$ 21,2 milhões em investimentos até 2018.

Capital Financeiro:
  • A receita operacional líquida, desconsiderando a receita de construção da infraestrutura da concessão, cresceu 17,1% (R$ 2.798 milhões), atingindo R$ 19.159 milhões;
  • A geração operacional de caixa, medida pelo EBITDA, atingiu R$ 3.750 milhões, uma redução de 0,3% (R$ 11 milhões), refletindo principalmente o aumento de 25,1% nos custos com energia elétrica e encargos (R$ 2.669 milhões) e pela variação de 14,7% nos custos operacionais, inclusive gastos com previdência privada (R$ 296 milhões).
  • O Lucro Líquido atingiu R$ 875 milhões, com redução de 1,3% (R$ 11 milhões), refletindo principalmente o aumento nas depreciações e amortizações (R$ 120 milhões), particularmente em função da entrada em operação de projetos de geração da CPFL Renováveis, e da redução de 0,3% no EBITDA (R$ 11 milhões).

Sobre a CPFL Energia

A CPFL Energia, há 102 anos no setor elétrico, atua nos segmentos de distribuição, geração, comercialização, serviços e telecomunicações. É líder no mercado de distribuição, com 13% de participação, totalizando mais de 7,5 milhões de clientes nos Estados de São Paulo, Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Paraná.

Na comercialização, é um dos líderes no mercado livre, com uma participação de mercado de 14% na venda para consumidores finais entre as comercializadoras. É líder na comercialização de energia incentivada para clientes livres.

Na geração, é o segundo maior agente privado do país, com um portfólio baseado em fontes limpas e renováveis. A CPFL Geração conta com 2.248 MW de potência instalada, considerando sua participação equivalente em cada um dos ativos de geração. Em 2011 criou a CPFL Renováveis, com ativos como PCHs, parques eólicos, termelétricas a biomassa e a usina solar Tanquinho, pioneira no Estado de São Paulo, e uma das maiores do Brasil. Adicionando a participação equivalente na CPFL Renováveis, a capacidade instalada total do Grupo CPFL atingiu 3.127 MW no final do quarto trimestre de 2014. O grupo também ocupa posição de destaque em arte e cultura, entre os 15 maiores investidores brasileiros.

A CPFL Energia tem ações listadas no Novo Mercado da BM&FBovespa e ADR Nível III na NYSE, além participar do Índice Dow Jones Sustainability Index Emerging Markets e do Morgan Stanley Capital International Global Sustainability Index (MSCI). Pelo 10º. ano consecutivo, as ações da companhia integram a carteira do Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) da BM&FBovespa.

 

Tags:
    relatório anual; sustentabilidade; relato integrado;