Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
SharePoint

Release

CPFL Energia intensifica programa de combate a fraudes e furtos de energia elétrica

Escrito por:

Assessoria de imprensa   10/02/2016


Número de inspeções em clientes aumentou cerca de 20% em 2015, em comparação com o ano anterior. 

Quantidade de energia recuperada, que seria desviada do sistema, seria suficiente para abastecer 130 mil residências durante um ano.

Campinas, 11 de janeiro de 2016 - As distribuidoras da CPFL Energia terminaram 2015 com um aumento de aproximadamente 20% no número de inspeções realizadas para identificar ligações irregulares ou clandestinas. Foram mais de 300 mil inspeções realizada nos últimos 12 meses, que recuperaram 330 GWh de energia elétrica desviada do sistema da CPFL Energia. Como base de comparação, esse volume seria suficiente para abastecer aproximadamente 130 mil residências durante um mês.    

“Além das inspeções em campo, a equipe trabalha com cruzamento de dados de consumo e inteligência artificial que permitem identificar mais facilmente as fraudes. O modelo que utilizamos atualmente é tão eficiente que é uma questão de tempo para identificarmos quem frauda ou furta energia elétrica”, afirma Dilson Fernando Martins, gerente de recuperação de energia da CPFL.  

Atualmente, o trabalho de recuperação de energia elétrica de fraudes e padrões de entradas irregulares compreende mais de 300 colaboradores, que atuam diariamente, em campo, para fiscalizar a rede elétrica. “Essas inspeções são realizadas em residências, comércios e indústrias. As equipes fazem uma varredura/verificação detalhada de todo o padrão de medição, inclusive eventuais desvios de energia elétrica diretamente do sistema da CPFL”, explica.

Considera-se furto de energia quando há uma ligação direta na rede elétrica sem o conhecimento e autorização da concessionária de energia. São os conhecidos “gatos”. Já a fraude ocorre quando o cliente rompe os lacres da sua medição e manipula o consumo no medidor de energia com o objetivo de reduzi-lo. Ambos são crimes previstos no Código Penal, e a pena é de um a quatro anos de reclusão. Também são cobrados os valores retroativos referentes ao período fraudado, acrescidos de multa. Quando a fraude ou o furto são descobertos, o responsável pode ter o seu fornecimento de energia suspenso. 
 
Apesar das ligações irregulares (perdas comerciais) representarem menos de 2% no total de perdas de energia das distribuidoras da CPFL Energia, a empresa trabalha para baixar ainda mais este índice e tornar a relação com o cliente mais justa e segura. Dentre as grandes distribuidoras de energia do Brasil, as empresas da CPFL estão entre aquelas que têm os menores índices de perdas totais (técnicas e comerciais), conforme dados da Associação Brasileira de Distribuidores de Energia Elétrica (ABRADEE). 
 

As perdas comerciais contribuem para tornar a conta de luz mais cara para todos os consumidores. O valor da energia furtada e os custos para identificar e coibir as irregularidades são levados em consideração pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para estabelecer o quanto a energia custa para cada área de concessão. 

Desde novembro do ano passado, está em vigor uma resolução da Aneel que permite ao consumidor saber exatamente o peso das perdas de energia na conta de luz. Esse valor, que sempre esteve presente no cálculo da tarifa, vem agora discriminado na fatura no item “perdas” para que o consumidor acompanhe e seja parceiro das concessionárias de energia neste trabalho. 

Além do impacto na conta de luz, os furtos e fraudes de energia pioram a qualidade do serviço prestado, prejudicando todos os consumidores. As ligações clandestinas sobrecarregam as redes elétricas, deixando o sistema de distribuição mais suscetível a interrupções no fornecimento de energia. A regularização destes clientes não apenas traz cidadania para essa parcela da população, como também beneficia todos os consumidores com um serviço de melhor qualidade.

Como denunciar

Para reduzir estes riscos e reduzir o furto de energia, as distribuidoras da CPFL Energia mantêm um programa constante de inspeções. A CPFL criou vários canais de denúncia para casos de fraudes e furtos, por meio dos quais é possível passar as informações sem a necessidade de identificação do denunciante. 

denunciafraude@cpfl.com.br: esse canal atende as demandas pontuais dos seguintes órgãos: Ouvidoria, Grupo “A”, Agências de Atendimento, dentre outros. 

Denúncia de Furto de Energia: através dos telefones 0800 721 0721 (RGE) e 0800 774 4286 (demais empresas), os clientes do Grupo CPFL conseguem denunciar as possíveis fraudes e furtos de energia.

site www.cpfl.com. Denúncia de Furto de Energia: é um meio de comunicação no qual os clientes do Grupo CPFL podem denunciar as possíveis fraudes e furtos de energia. 
 
Uma questão de segurança 

Quem faz ligações clandestinas ou, como são chamados popularmente, “gatos” corre um risco de sofrer acidentes graves, muitas vezes fatais, pois envolve a manipulação de circuitos energizados. Um técnico da CPFL recebe de treinamentos específicos antes de sair a campo e manipular medições nessas mesmas redes. 

Há também o risco de causar um curto-circuito que atinja a rede, podendo provocar o desligamento e a queima de equipamentos e eletrodomésticos da residência e da vizinhança.
 
A CPFL orienta que todos podem reduzir o valor da conta de luz mensal usando a energia elétrica de modo racional e evitando desperdícios, principalmente na utilização de aparelhos térmicos, tais como chuveiros, ferros de passar roupas, condicionadores de ar, aquecedores e secadores, entre outros. 

Comunidades Eficientes

Além da ação ostensiva, a CPFL busca trabalhar com a população de forma preventiva, orientando e regularizando ligações em comunidades das cidades da área de concessão das distribuidoras. O programa Comunidades Eficientes tem o objetivo de promover o consumo consciente e eficiente de energia elétrica, e eliminar as ligações clandestinas, gerando novos clientes e levando cidadania aos beneficiados. Em 2015, o Grupo CPFL Energia regularizou 1,5 mil clientes de baixa renda por meio do Programa de Eficiência Energética (PEE).

A empresa segue um cronograma para atender as cidades de sua área de concessão. Em conjunto com as prefeituras municipais, são  apontados bairros a serem contemplados com as ações. A seleção dos clientes beneficiados é realizada por meio de um processo de diagnóstico, realizado nesses bairros indicados pelo poder público. Para receber os benefícios, os consumidores devem possuir o documento NIS (Número de Identificação Social) e estar com o pagamento de contas de energia em dia.

Para quem recebe o direito ao benefício, o programa contempla doação de poste padrão de entrada (postinho), reforma das instalações elétricas das residências, doação de lâmpadas econômicas, troca de refrigeradores, substituição de chuveiros elétricos e instalação de aquecedores solar. 

O Programa também prevê ações de conscientização da população para o uso racional e seguro de energia, através de palestras, cursos e atividades educativas. Com a adoção dessas medidas, os índices de volta à irregularidade são baixos. Todas as ações do programa CPFL na Comunidade fazem parte do PEE das distribuidoras da CPFL Energia, que são aprovados pela Aneel. 

 

Assessoria de imprensa

CPFL Energia – Campinas – SP

Tel (19) 3756 8197 / 8492 / 8061

Cel (19) 9217 4270

jornalismo@cpfl.com.br

www.cpfl.com.br

​ 



Tags:
    furto de energia fraude ligação irregular