Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
SharePoint

Release

CPFL Energia e Instituto Ecofuturo iniciam a implantação de Biblioteca Comunitária em Campinas

Escrito por:

Assessoria de Imprensa   22/01/2017

São Paulo, 23 de janeiro de 2017 – A CPFL Energia, maior grupo privado do setor elétrico brasileiro, e o Instituto Ecofuturo, Organização da Sociedade Civil de Interesse Público mantida pela Suzano Papel e Celulose, iniciaram a implantação do projeto Biblioteca Comunitária em Campinas (SP). A escola a ser contemplada com uma nova biblioteca será a EMEF Oziel Alves Pereira, localizada no Parque Oziel, considerado uma das maiores ocupações da América Latina e onde há poucas opções de cultura e lazer. A iniciativa conta com o apoio da Prefeitura Municipal de Campinas.

O processo de escolha do local envolveu a realização de um diagnóstico, que incluiu visitas técnicas e levantamento de dados secundários, a fim de identificar não apenas os projetos de promoção de leitura e contação de histórias já desenvolvidos na região, mas também as necessidades das escolas para tratamento de acervo e organização de espaços de leitura, dados sobre a educação municipal e outras informações relacionadas que serão utilizadas como base para avaliar o impacto da biblioteca após sua implantação.

A EMEF Oziel Alves Pereira atende atualmente a cerca de mil alunos do ensino fundamental e médio, e a biblioteca, que será a primeira da região aberta para uso da comunidade, terá seu espaço reformado. Além disso, mil livros de literatura serão comprados para complementar o acervo e haverá um funcionário no local para atuar com ações de promoção de leitura, e outro responsável pela organização e rotina administrativa da unidade. 

Marcela Porto, Superintendente do Instituto Ecofuturo, que desenvolve o projeto há quase duas décadas, acredita que a existência de bibliotecas em escolas constitui-se em uma das primeiras oportunidades concretas de acesso à leitura e a livros de literatura para a maioria das crianças que ingressam no ensino público. “A leitura é porta para o autoconhecimento e, por meio dela, formamos cidadãos mais críticos, conscientes de suas próprias escolhas e responsabilidades com o meio e com os outros”, afirma. “A participação das comunidades do entorno no processo de implantação da Biblioteca Comunitária Ecofuturo é fundamental para que possam imprimir sua identidade e se apropriar do espaço”, finaliza.

A implantação da Biblioteca Comunitária dura cerca de 18 meses e tem inauguração prevista para o segundo semestre deste ano. A próxima etapa será a mobilização comunitária, na qual são nomeados por consenso os interlocutores – pessoas da comunidade que acompanharão todo o projeto e se tornarão atores importantes no controle e fiscalização da unidade, após inaugurada.

A parceria entre a CPFL Energia e o Instituto Ecofuturo também contempla a implantação de Bibliotecas Comunitárias em Bebedouro e Marília, no interior de São Paulo. O investimento total na iniciativa é de R$ 1 milhão, custeados pela CPFL. Além do acervo inicial de 1 mil livros, em cada unidade, 30 profissionais serão capacitados para a promoção de atividades de leitura e gestão das instalações, sendo que dois serão funcionários do espaço. Por ano, cerca de 10 mil pessoas devem frequentar as bibliotecas. 

O investimento da CPFL Energia no projeto Biblioteca Comunitária Ler é Preciso faz parte da sua estratégia de uso dos recursos do subcrédito social, uma linha de crédito concedida pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) quando uma empresa contrata um financiamento para a realização de investimentos. “Com esta linha de crédito, a companhia tem buscado apoiar negócios de impacto e políticas públicas que promovam a melhoria dos indicadores sociais de suas comunidades”, afirma o diretor de Sustentabilidade da CPFL Energia, Rodolfo Sirol.  

Sobre o projeto Biblioteca Comunitária Ecofuturo 

A aquisição de competências de leitura e escrita são a base para a educação de qualidade e desenvolvimento da consciência crítica. Com esta visão, o projeto tem como objetivo contribuir para a implantação e qualificação de política pública de leitura e de biblioteca, para a democratização do acesso ao livro e efetivação da lei 12.244/10, que determina que até 2020 todas as instituições de ensino do país, públicas e privadas, deverão ter bibliotecas. Em parceria com o poder público, iniciativa privada e comunidade local, o Ecofuturo trabalha na implantação de bibliotecas em escolas públicas, abertas à comunidade, e no incentivo à promoção de leitura.  Alguns destaques:
107 bibliotecas implantadas em 12 estados.
Média de 500 atendimentos por mês em cada unidade.
4 mil pessoas formadas nos cursos de Auxiliar de Biblioteca e Promotor de Leitura.
Realização de oficinas de gestão e sustentabilidade com representantes do poder público.

Sobre o Instituto Ecofuturo

O Instituto Ecofuturo é uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP), instituída e mantida pela Suzano Papel e Celulose. O Ecofuturo acredita que é a partir da integração do homem com a natureza, do entendimento de sua relação com o todo, que a intenção se transforma em ação para mudar o presente e o futuro para melhor. Desde 1999, atua como articulador entre a sociedade civil, o poder público e o setor privado, buscando contribuir para a expansão da consciência socioambiental por meio do compartilhamento de saberes, práticas de cuidado e mensuração de impactos. Mantém projetos que contribuem para o fortalecimento das práticas de leitura e escrita e pela conservação do meio ambiente. Para mais informações, visite www.ecofuturo.org.br.

Sobre a CPFL Energia

A CPFL Energia, há 104 anos no setor elétrico, atua nos segmentos de distribuição, geração, comercialização, serviços e telecomunicações. É líder no mercado de distribuição, com 14,3% de participação, totalizando mais de 9,1 milhões de clientes em 679 cidades em São Paulo, Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Paraná.

Na comercialização, é um dos líderes no mercado livre, com uma participação de mercado de 14,1% na venda para consumidores finais entre as comercializadoras. É um dos líderes na comercialização de energia incentivada para clientes livres.

Na geração, é o terceiro maior agente privado do país, com um portfólio baseado em fontes limpas e renováveis. A CPFL Geração conta com 2.248 MW de potência instalada, considerando sua participação equivalente em cada um dos ativos de geração. Em 2011, criou a CPFL Renováveis, com ativos como PCHs, parques eólicos, termelétricas a biomassa e a usina solar Tanquinho, pioneira no Estado de São Paulo e uma das maiores do Brasil. Adicionando a participação equivalente na CPFL Renováveis, a capacidade instalada total do Grupo CPFL atingiu 3.192 MW no final do terceiro trimestre de 2016. O Grupo também ocupa posição de destaque em arte e cultura, entre os maiores investidores brasileiros.

A CPFL Energia tem ações listadas no Novo Mercado da BM&FBovespa e ADR Nível III na NYSE, além participar do Índice Dow Jones Sustainability Index Emerging Markets e do Morgan Stanley Capital International Global Sustainability Index (MSCI). Pelo 11º. ano consecutivo, as ações da companhia integram a carteira do Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) da BM&FBovespa.

Mais Informações

Instituto Ecofuturo

Edelman Significa
Lara Mengatti – (11) 3066-7766 – lara.mengatti@edelmansignifica.com 
Juliana Sampaio – (11) 3060-3157 – juliana.sampaio@edelmansignifica.com
Débora Maturana  – (11) 3066.7779 – debora.maturana@edelmansignifica.com

CPFL Energia

Wellington Bahnemann – (19) 3756-8456 – wbahnemann@cpfl.com.br
Luís Ricardo – (19) 3756-8061 – lrvieira@cpfl.com.br
Francisco Carlos Medina – (19) 3756-8492 – fmedina@cpfl.com.br
Karam Valdo – (19) 3756-8197 –kvaldo@cpfl.com.br

Tags:
    Sustentabilidade; Biblioteca; sub-crédito social; CPFL Energia; Instituto Ecofuturo; responsabilidade social; educação