Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
SharePoint

Release

CPFL Energia e Bosch ampliam parceria para o uso de veículos elétricos no Brasil

Escrito por:

Assessoria de Imprensa   08/12/2016

Campinas, 09 de dezembro de 2016 – A CPFL Energia, maior grupo privado do setor elétrico brasileiro, e a Bosch, uma líder mundial no fornecimento de tecnologia e serviços, firmaram acordo para ampliar a parceria entre as companhias visando incentivar o uso dos veículos elétricos no Brasil. A multinacional alemã incorporou a versão elétrica do Renault Kangoo a sua frota de veículos operacionais, que irá rodar pela região metropolitana de Campinas em visitas comerciais.  

“Para a CPFL Energia, a ampliação da parceria com a Bosch, empresa com forte atuação na indústria automotiva, é de suma importância para estimularmos o desenvolvimento deste mercado no País. Este acordo, além de contribuir para avançarmos nos estudos para os diferentes tipos de uso dos veículos elétricos no País, permitirá  a disseminação do conhecimento da tecnologia de veículos elétricos entre os agentes do mercado”, afirma o diretor de Estratégia e Inovação da CPFL Energia, Rafael Lazzaretti.

O acordo prevê a concessão, em regime de comodato, de uma Kangoo 100% elétrica e instalação de uma estação de recarga (eletroposto) nas dependências da Bosch em Campinas. Em contrapartida, a Bosch compartilhará os dados e as informações obtidas durante a operação do veículo com a equipe do Programa Emotive, além de contribuição mensal para o desenvolvimento das pesquisas do projeto. 

A intenção da Bosch é utilizar a Renault Kangoo em visitas a clientes Bosch Service na região metropolitana de Campinas. Além disso, a multinacional alemã pretende utilizar o veículo para promover treinamento automotivo em sistemas elétrico para a rede Bosch Service e oficinas independentes, promovendo capacitação técnica e a 
disseminação de conhecimento sobre a tecnologia de carros elétricos. Uma primeira classe com mais de 60 clientes já participou de curso sobre o tema, e uma segunda turma está prevista para participar do treinamento ainda no mês de dezembro.

“O projeto Emotive está diretamente alinhando aos objetivos da Bosch, que visam oferecer soluções para uma mobilidade mais econômica, confortável e que gere o menor impacto possível ao meio ambiente. O futuro da mobilidade será cada vez mais conectado, automatizado e eletrificado e, com isso, a empresa vem atuando fortemente para oferecer soluções multimodais atreladas às essas três vertentes. Fatores estes que impulsionam a empresa, uma das mais inovadoras do mundo, a desenvolver tecnologias de vanguarda e a ser um agente na busca por uma mobilidade mais sustentável e inteligente”, destaca o gerente de vendas da Robert Bosch Brasil, Oswalsdo Profeta,. 

Esse é o sétimo acordo de uso dos veículos elétricos firmado pela CPFL Energia no âmbito do Programa de Mobilidade Elétrica. A empresa já possui parcerias similares com a Natura, a CPFL Paulista e a Sanasa, que utilizam o Renault Kangoo em suas frotas operacionais, com a CCR, que possui um Zoe para uso administrativo, e com a Unicamp, que recebeu o Renault Fluence para uso da Reitoria. Em breve, a CPFL irá também disponibilizar um Zoe à Hertz para locação no Aeroporto de Viracopos. 

A parceria entre a CPFL Energia e a Bosch no campo da mobilidade elétrica teve início em junho de 2015, com a instalação de um eletroposto do tipo carregamento rápido na autorizada Bosch Service do bairro Jardim do Trevo (Rua Fernão Pompeu de Camargo, nº 800). Esse foi o segundo eletroposto público instalados no âmbito do Emotive – Programa de Mobilidade Elétrica da CPFL Energia.

Além do eletroposto próprio e do instalado na Bosch Service, os colaboradores da Bosch poderão recarregar o Renault Kangoo nos Eletropostos públicos espalhados por Campinas. A cidade conta com outros cinco eletropostos públicos em operação e um em fase final de ligação, localizados conforme descrito a seguir:

1. Em frente à sede da CPFL Energia, na Rodovia Engenheiro Miguel Noel Burnier, nº 1755, no Parque São Quirino.
2. Centro de Convivência de Campinas, em frente ao City Bar, Rua General Osório, bairro Conceição. 
3. Shopping Iguatemi Campinas, na área do Valet – Deck Parking P2
4. Parque Portugal, Portaria 5 – Heitor Penteado, altura do n 815, no Taquaral.
5. Avenida Aquidaban, 440 - em frente ao Hotel Ibis.
6. Bolsão de Informações UNICAMP - Rua Roxo Moreira, 1488 - Cidade Universitária (fase final de instalação).

Em breve, novos pontos de recarregamento público estarão disponíveis em ruas e shoppings centers, entre outras localidades de Campinas. Ao digitar a palavra “eletroposto” em aparelhos de GPS, será possível encontrar os locais em operação na região.

P&D em mobilidade elétrica

A parceria com a Bosch faz parte do Programa de Mobilidade Elétrica da CPFL Energia – Emotive, um projeto de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) que estuda os impactos da utilização dos veículos elétricos, financiado com recursos do programa de P&D da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). A pesquisa, iniciada em 2013, receberá R$ 21,2 milhões em investimentos até 2018, ano de sua conclusão.

Atualmente, o projeto encontra-se na sua segunda fase. A expectativa nesta etapa é de ampliar a frota de veículos elétricos para até 16 carros e aumentar o número de eletropostos em operação para até 25. Os pontos de recarregamento serão colocados em locais públicos, como shoppings centers, postos de serviços, na prefeitura e em outros pontos estratégicos. 

Entre os temas estudados estão o impacto na rede elétrica e no planejamento da expansão do sistema, uso dos veículos elétricos como fonte de geração distribuída, os aprimoramentos regulatórios e legais, o ciclo de vida e reaproveitamento das baterias, estudo de tarifas e cobrança, a proposição de um modelo de negócios para a mobilidade elétrica no Brasil, além de outras questões relacionadas.

Na primeira fase da pesquisa, foi possível concluir que os veículos elétricos são uma excelente opção para as pessoas que buscam economia. Os dados levantados pelo projeto mostram que o valor do quilômetro rodado de um automóvel a combustão é de aproximadamente R$ 0,30, ao passo que esse custo no veículo elétrico é de R$ 0,10, ou seja, um terço do gasto com um carro convencional.

Outra conclusão da primeira fase é de que a expansão dos veículos elétricos teria impacto pequeno na demanda por energia. As projeções iniciais da CPFL Energia apontam que o uso desta tecnologia ampliaria o consumo de energia entre 0,6% e 1,6% no Sistema Interligado Nacional (SIN) em 2030, quando as previsões indicam que a frota de carros elétricos pode alcançar entre 4 milhões e 10,1 milhões de unidades. 

Em junho de 2015, a CPFL Energia anunciou uma parceria com a Rede Graal para a criação do primeiro corredor elétrico do País, entre Campinas e São Paulo. O acordo prevê a instalação de dois pontos de carregamento em postos da rede nas Rodovias Anhanguera e Bandeirantes, na altura do município de Jundiaí. 

O projeto conta, atualmente, com alguns tipos de parcerias. As principais são:

•        As entidades executoras dos estudos: CPqD, Unicamp e Daimon, além da portuguesa CEiiA, Mob2Electric e Quorum Brasil. 
•        As empresas que utilizam os veículos: Natura, Bosch, Instituto CCR, Unicamp, Sanasa e Hertz e outras parcerias em fase de fechamento. 
•        As empresas que possuem eletropostos em seus estabelecimentos: a Rede Graal e o Shopping Iguatemi.

O nome do Projeto

A origem do nome Emotive se deu a partir de algumas conexões entre o concreto e o abstrato. O concreto (ou técnico) da marca se inspirou em automotivo: “auto” e “o” substituído por E com objetivo de indicar Energia do começo ao fim. A assonância da letra “E” favorece a memorização e a pronúncia. Além de continuar significando “automotivo”, porém, na língua inglesa: “automotive”.

Já o abstrato da marca está ligado às emoções humanas, o que conecta e motiva a cuidar do meio ambiente. EMOTIVE representa o motivo de ser sustentável. Existe, por fim, a sigla VE ao final da palavra, que significa Veículo Elétrico.

Sobre a CPFL Energia

A CPFL Energia, há 104 anos no setor elétrico, atua nos segmentos de distribuição, geração, comercialização, serviços e telecomunicações. É líder no mercado de distribuição, com 14,3% de participação, totalizando mais de 9,1 milhões de clientes em 679 cidades em São Paulo, Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Paraná.

Na comercialização, é um dos líderes no mercado livre, com uma participação de mercado de 14,1% na venda para consumidores finais entre as comercializadoras. É um dos líderes na comercialização de energia incentivada para clientes livres.

Na geração, é o terceiro maior agente privado do país, com um portfólio baseado em fontes limpas e renováveis. A CPFL Geração conta com 2.248 MW de potência instalada, considerando sua participação equivalente em cada um dos ativos de geração. Em 2011, criou a CPFL Renováveis, com ativos como PCHs, parques eólicos, termelétricas a biomassa e a usina solar Tanquinho, pioneira no Estado de São Paulo e uma das maiores do Brasil. Adicionando a participação equivalente na CPFL Renováveis, a capacidade instalada total do Grupo CPFL atingiu 3.192 MW no final do terceiro trimestre de 2016. O Grupo também ocupa posição de destaque em arte e cultura, entre os maiores investidores brasileiros.

A CPFL Energia tem ações listadas no Novo Mercado da BM&FBovespa e ADR Nível III na NYSE, além participar do Índice Dow Jones Sustainability Index Emerging Markets e do Morgan Stanley Capital International Global Sustainability Index (MSCI). Pelo 11º. ano consecutivo, as ações da companhia integram a carteira do Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) da BM&FBovespa.

Sobre a Bosch

A história de sucesso da Bosch no Brasil iniciou-se em 1954 na cidade de São Paulo. Atualmente o Grupo Bosch emprega no país cerca de 8.900 colaboradores e registrou, em 2015, um faturamento líquido de R$ 4.7 bilhões com a oferta de produtos e serviços automotivos para montadoras e para o mercado de reposição, bem como ferramentas elétricas, sistemas de segurança, termotecnologia, máquinas de embalagem e tecnologias industriais. As operações do grupo na América Latina empregam cerca de 10.300 colaboradores que contribuíram para gerar um faturamento de R$ 6 bilhões, incluindo as exportações e vendas das empresas coligadas. Para mais informações: www.bosch.com.br

O Grupo Bosch é um líder mundial no fornecimento de tecnologia e serviços. A empresa emprega mais de 375.000 colaboradores em todo o mundo. A empresa gerou vendas de 70 bilhões de Euros em 2015. As operações do Grupo estão divididas em quatro setores de negócio: Soluções para Mobilidade, Tecnologia Industrial, Bens de Consumo e Energia e Tecnologia Predial. O Grupo Bosch é composto pela Robert Bosch GmbH e cerca de 440 subsidiárias e empresas regionais presentes em aproximadamente 60 países. Incluindo os representantes de vendas e serviços, a Bosch está presente em cerca de 150 países. A base para o crescimento futuro da organização é sua força inovadora. A Bosch emprega 55.800 colaboradores na área de pesquisa e desenvolvimento em 118 localidades em todo o mundo. O objetivo estratégico do Grupo Bosch é entregar inovações para uma vida conectada. A Bosch melhora a qualidade de vida em todo o mundo com produtos e serviços inovadores e concebidos para fascinar. Assim a empresa cria "Tecnologia para a Vida". Mais informações: www.bosch.com, www.bosch-press.com, http://twitter.com/BoschPresse

Tags:
    Emotive; CPFL Energia; veículos elétricos; mobilidade elétrica; inovação; P&D