Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
SharePoint

Release

CPFL Energia destina R$ 1,6 milhão para a melhoria da educação em Sumaré

Escrito por:

Assessoria de Imprensa   16/08/2016

Em parceria com BNDES e Prefeitura Municipal, o Grupo financiará implantação do projeto Tamboro beneficiando 3,8 mil alunos na cidade

Sumaré, 17 de agosto de 2016 – A CPFL Energia, o maior grupo privado do setor elétrico brasileiro, destinará R$ 1,6 milhão para financiar a implantação de uma plataforma de aprendizagem e gestão educacional na rede pública municipal de Sumaré (SP). 
 
A iniciativa, que teve início em junho deste ano, atenderá 3.850 alunos de 14 escolas públicas municipais de Sumaré que oferecem Ensino Fundamental I e II. Todos os educadores do município que atuam entre os 5o e 9o anos, cerca de 160 educadores entre professores, coordenadores e diretores, também serão contemplados. Os objetivos do projeto estão em perfeita consonância com a Lei 13.005 (Plano Nacional de Educação) sancionada em junho de 2014. O PNE define as bases, metas e estratégias da política educacional brasileira para os próximos 10 anos.

O desenho do projeto, elaborado em parceria com a SME Sumaré e a empresa Tamboro, partiu dos resultados da Prova Brasil 2013, onde é possível calcular a proporção de alunos com aprendizado adequado à sua etapa escola. Em Sumaré, 47% é a proporção dos alunos que aprenderam o adequado na competência de resolução de problemas (Matemática) até o 5º ano. A mesma avaliação apontou que 15% é a proporção dos alunos que aprenderam o adequado na mesma competência até o 9º ano.

O projeto Tamboro visa implantar novas metodologias educacionais, diminuindo a defasagem idade série e impactando no resultado das avaliações de larga escala através da utilização de uma plataforma adaptativa de aprendizagem baseada em jogos.  A plataforma de aprendizagem baseada em jogos tem como objetivo ampliar as possibilidades metodológicas da prática escolar, de modo a impactar positivamente na proficiência dos alunos, na didática dos educadores, influenciando políticas públicas que sirvam como legado para as cidades beneficiadas no que tange à adoção de novas práticas educacionais.

O trabalho será desenvolvido no Ludz, plataforma que oferece o conteúdo completo de matemática do 5º ao 9º ano. As metas do projeto levarão em consideração o ambiente favorável para a inovação, o nível de comprometimento dos educadores e a adequação dos aspectos de infraestrutura necessários a um programa de caráter tecnológico e digital. 

A iniciativa começou a ser desenvolvida em junho desse ano e tem seu lançamento agora em agosto. O legado do projeto é um ambiente educacional transformado, no qual os gestores e professores de escolas públicas municipais terão uma ferramenta eficiente para gestão e intervenção pedagógica e no qual alunos tem a oportunidade de utilizar o que há de melhor em tecnologia de aprendizagem personalizada para atingir seu pleno potencial. O investimento de R$ 1,6 milhão e o projeto tem um prazo de 30 meses de execução. O evento de lançamento do projeto acontecerá nesta quarta-feira, das 8h30 às 10h, na Rua Ipiranga, 316 (piso superior), Centro, em Sumaré.

Sobre a CPFL Energia
  A CPFL Energia, há 103 anos no setor elétrico, atua nos segmentos de distribuição, geração, comercialização, serviços e telecomunicações. É líder no mercado de distribuição, com 13% de participação, totalizando mais de 7,8 milhões de clientes nos Estados de São Paulo, Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Paraná.

Na comercialização, é um dos líderes no mercado livre, com uma participação de mercado de 14,1% na venda para consumidores finais entre as comercializadoras. É um dos líderes na comercialização de energia incentivada para clientes livres.

Na geração, é o segundo maior agente privado do país, com um portfólio baseado em fontes limpas e renováveis. A CPFL Geração conta com 2.248 MW de potência instalada, considerando sua participação equivalente em cada um dos ativos de geração. Em 2011 criou a CPFL Renováveis, com ativos como PCHs, parques eólicos, termelétricas a biomassa e a usina solar Tanquinho, pioneira no Estado de São Paulo, e uma das maiores do Brasil. Adicionando a participação equivalente na CPFL Renováveis, a capacidade instalada total do Grupo CPFL atingiu 3.144 MW no final do primeiro trimestre de 2016. O Grupo também ocupa posição de destaque em arte e cultura, entre os maiores investidores brasileiros.

A CPFL Energia tem ações listadas no Novo Mercado da BM&FBovespa e ADR Nível III na NYSE, além participar do Índice Dow Jones Sustainability Index Emerging Markets e do Morgan Stanley Capital International Global Sustainability Index (MSCI). Pelo 11º. ano consecutivo, as ações da companhia integram a carteira do Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) da BM&FBovespa.​

Tags:
    BNDES; Tamboro; Sumaré