Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
SharePoint

Release

CPFL Energia destaca sucesso de ações sustentáveis no Dia Mundial do Meio Ambiente

Escrito por:

Assessoria de Imprensa   03/06/2020

Companhia realiza ações para redução dos impactos ambientais por meio de soluções inteligentes e ações comunitárias

Campinas, 04 de junho de 2020. No mês em que se celebra o Dia Mundial do Meio Ambiente (05/06), é importante refletir sobre como o isolamento social de cerca de um terço da população mundial provocado pelo novo coronavírus despertou com mais força o interesse para um assunto que merece sempre muita atenção – a sustentabilidade. Devido às mudanças no fluxo de pessoas e redução das atividades industriais, diversos efeitos foram sentidos: rios e mares mais claros, céus menos cinzas e cidades mais silenciosas, por exemplo.

No grupo CPFL Energia, a preserva ção do meio ambiente é prioridade há muito tempo. Engajada e consciente de sua responsabilidade com clientes, fornecedores, comunidades do entorno e investidores, a companhia segue investindo para reduzir os impactos gerados pela natureza do seu negócio e viabilizem a transformação do setor de energia no Brasil, por meio da ampliação do uso energia sustentável, adoção de soluções inteligentes e ações comunitárias.

“Como uma das líderes em energia no país, a CPFL deve ter um papel de protagonismo na transição do setor para um modelo mais sustentável por meio de soluções inovadoras, redução do impacto ambiental e compartilhamento de impactos positivos com clientes, comunidades e investidores”, afirma Rodolfo Sirol, diretor de sustentabilidade da companhia. 

Energia sustentável. Líder em geração de energia renovável no Brasil, com 95,6% de sua capacidade instalada (3,3 mil MW) provenientes de fontes não-fósseis, a CPFL tem o compromisso de manter acima de 95% as fontes renováveis de energia em seu portifólio e reduzir em 10% seu indicador de intensidade de carbono até 2024. Por isso, investe em preservação da biodiversidade nas áreas de sua operação, como programas de Proteção de Nascentes e uso e reuso consciente da água. Para a redução na emissão de carbono, serão aportados quase R$ 630 milhões em projetos como a Pequena Central Hidrelétrica Cherobim (PR) e o complexo eólico Gameleira (RN), além de projetos de Pesquisa e Desenvolvimento em usinas reversíveis, armazenamento de energia e outros. 

A companhia também vem intensificando suas iniciativas de economia circular. Todos os meses, a Reformadora de Equipamentos da CPFL Serviços coloca de volta à ativa 60% dos transformadores que seriam descartados. Todo o cobre dos fios é destinado às fábricas de reciclagem e o material é recomprado pela companhia a um valor 50% menor do que o praticado no mercado. A cada mês, 250 toneladas de resíduos são transformadas em um negócio rentável e sustentável que gerou, em três anos, R$ 146 milhões em receita e 200 empregos diretos. Até 2024, a meta é recuperar 40 mil equipamentos, entre transformadores, reguladores de voltagem e religadores. 

Biodiversidade. Após intensos trabalhos realizados em 2019, por meio da remoção mecânica, a CPFL Renováveis reduziu significativamente a área ocupada por plantas aquáticas (macrófitas) no reservatório de Salto Grande, no rio Atibaia, em Americana. Assim, a empresa alcançou o patamar previsto no Plano de Manejo submetido à Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (CETESB), que estipula limite máximo de 6% da área do espelho d’água do reservatório ocupados pelas plantas.   

Já o projeto Arborização + Segura, reconhecido pela Organização das Nações Unidas (ONU), é desenvolvido pelas distribuidoras em 37 cidades de toda a área de atuação do grupo CPFL Energia, com a doação prevista de mais de 45 mil mudas de árvores no total. Desde 2015, quando foi iniciado, o programa já investiu mais de R$ 2 milhões para a revitalização urbana, com a substituição de 3,4 mil árvores e a doação de 24 mil mudas.

No Estado de São Paulo, as cidades parceiras são Amparo, Boituva Hortolândia, Itapetininga, Itatiba, Jaguariúna, Morungaba, Ourinhos, Saltinho, Salto, São Miguel Arcanjo, São Roque, São Pedro e Timburi. No Rio Grande do Sul são participantes Antonio Prado, Erechim, Feliz, Gramado, Passo Fundo, Santa Cruz do Sul, Santa Rosa, Santo Ângelo, Serafina Correia, Iraí, Três Passos, Veranópolis, Santiago, Uruguaiana, Gramado, Venâncio Aires, Alegrete, Nova Petrópolis, Farroupilha, Santa Maria, Canoas e São Leopoldo. No Paraná, os municípios de Barra do Jacaré e Jacarezinho também participam da iniciativa.

Consumo consciente. Melhorar continuamente os indicadores de saúde e segurança, intensificando ações com funcionários, comunidade e fornecedores é a proposta social da CPFL Energia. Para isso, além de fortalecer os projetos Guardião da Vida e CPFL nas Escolas, a companhia vai investir R$ 150 milhões para que hospitais públicos reduzam suas contas de energia. Nos próximos 3 anos, o programa CPFL nos Hospitais irá instalar até 25 MWp em painéis fotovoltaicos em instituições filantrópicas de saúde, levando à redução aproximada de 6 mil toneladas de CO2 por ano, o que equivale ao plantio de cerca de 900 árvores. 

A CPFL Energia investiu, em 2019, R$ 72,4 milhões em projetos de eficiência energética nas cidades de sua área de atuação, conforme aprovado pela ANEEL. Os projetos desenvolvidos pouparam cerca de 40 mil MWh, energia suficiente para abastecer, aproximadamente, 17 mil residências por um ano. A energia economizada evita a emissão de 2.825 toneladas de CO2, o que equivale ao plantio de cerca de 17 mil árvores. 

Esses investimentos também contemplam ações de Eficiência Energética para comunidades de baixa renda. Os recursos financiaram a instalação de equipamentos e eletroeletrônicos mais eficientes, como chuveiros e lâmpadas comuns por modelos de tecnologia LED, mais econômicos e duráveis, geladeiras e aquecedores solares, além de orientações de agentes comunitários. ​

Tags:
    Campinas; Energia sustentável; Biodiversidade; Consumo consciente;