Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
SharePoint

Release

CPFL Energia conquista Selo Pró-Ética 2017

Escrito por:

Assessoria de Imprensa   05/12/2017

Campinas, 06 de dezembro de 2017 – A CPFL Energia, maior grupo privado do setor elétrico brasileiro, conquistou o Selo Pró-Ética 2017, reconhecimento concedido pelo Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU) às empresas que se destacaram no combate aos atos de corrupção e fraude. A premiação visa incentivar o diálogo e a troca de experiências entre os setores público e privado sobre temas relacionados à Lei de Ficha Limpa (Lei Anticorrupção, nº 12.846/2013). 

A entrega do prêmio ocorreu hoje (06/12) durante a 4ª Conferência Lei Empresa Limpa, em Brasília, que contou com a presença do Ministro da Justiça, Torquato Jardim e da Advogada-Geral da União, Grace Mendonça, entre outras autoridades. A CPFL Energia foi representada no evento pelo Diretor de Comunicação Empresarial e Relações Institucionais, Fabio Caldas, e pelo especialista em Ética Empresarial, Marcelo de Almeida Santos.

A conquista dessa premiação foi o primeiro grande marco da CPFL Energia relacionado à ética empresarial após a reformulação do Sistema de Gestão e Desenvolvimento da Ética (SDGE), há cerca de um ano. Nessa nova estrutura, houve uma remodelação do código de ética da companhia, dos canais de denúncia, e do próprio comitê de ética do Grupo. O novo SGDE reforça o modelo de governança corporativa, que se fundamenta nos princípios de transparência, equidade, prestação de contas e responsabilidade corporativa.

“Esse reconhecimento é fruto de um trabalho que o Grupo CPFL vem realizando há mais de 15 anos, intensificado no último ano com a reestruturação do SGDE. Esta iniciativa visa a aprimorar a governança corporativa e estimular a conduta ética nas relações entre os colaboradores e entre a empresa e os seus demais stakeholders”, afirma Caldas.

Grupo busca atender anseios da sociedade

Em 2016, dentro da reestruturação do SDGE, a composição do comitê de ética foi modificada, passando a contar com cinco membros, sendo três diretores vice-presidentes da CPFL Energia e dois membros externos independentes, além de um representante da área de auditoria interna atuando como ouvinte.

Com isso, o Grupo CPFL passou a ser uma das poucas empresas no mercado brasileiro a contar com membros da sociedade civil no processo de deliberação sobre as denúncias que chegam ao SDGE, ação de extrema importância para incorporar na empresa as visões da sociedade sobre ética e integridade.

“Com a sociedade brasileira cada vez menos tolerante com a corrupção e outras atitudes antiéticas, modernizamos o nosso SGDE. Isso se reflete no comportamento de nossos colaboradores, que se apropriaram dos novos canais de denúncia para ajudar no trabalho de combate às condutas antiéticas”, explica Caldas.

Empresa Pró-Ética 

O prêmio consiste em homenagear e reconhecer as empresas que fomentam a adoção voluntária de medidas de integridade e se mostram comprometidas em implementar medidas voltadas para a prevenção, detecção e remediação de atos de corrupção e fraude. 

Na edição de 2017, 375 empresas de pequeno, médio e grande porte, nos mais diversos ramos de atuação, se inscreveram para o prêmio. Dessas, 198 enviaram o questionário de avaliação devidamente preenchido e no prazo estipulado. Houve um processo de avaliação altamente criterioso e apenas 23 empresas foram aprovadas e reconhecidas com o Empresa Pró-Ética 2017. 

Tags:
    Ética; CPFL Energia; Selo Pró-Ética; SGDE; Diretoria de Comunicação