Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
SharePoint

Release

Com entrada gratuita, Cia CPFL de Teatro apresenta obra-prima de Pirandello em Sumaré

Escrito por:

Assessoria de Imprensa   26/06/2016

​​
​Campinas, 27 de junho de 2016 - A Cia CPFL de Teatro apresenta no sábado, 02/07, às 20h, no Anfiteatro Municipal de Sumaré (SP), o espetáculo “Seis (ou Sete) personagens à procura de autor”, uma adaptação da obra-prima de Luigi Pirandello (1867-1936). A entrada é gratuita, com distribuição de dois ingressos por pessoa uma hora antes do início.

Segundo Abílio Guedes, diretor da companhia, a adaptação do texto procurou manter a essência da discussão metalinguística proposta pelo dramaturgo, poeta e romancista italiano com uma linguagem leve e por vezes humorística. Escrita em 1921, a peça tem como título original “Seis personagens a procura de autor”. Trata-se de uma das mais representativas obras da dramaturgia de todos os tempos. 

“Na trama, esses seis personagens compõem a família que invade um ensaio teatral em busca de um autor que os faça viver suas histórias incompletas. A mudança do título, nesta adaptação, se deve à existência de um personagem sem o qual os conflitos e dramas dos outros seis personagens não poderiam ser encenados”, explica Abílio Guedes.

Ainda segundo o dramaturgo, a adaptação da obra-prima de Pirandello, pela Cia CPFL de Teatro, é uma possibilidade de discutir a própria arte – e, dentro desse debate, o conceito entre a verdade da personagem de ficção e a vida do próprio homem. “A vida do homem é mutável. A da personagem, não. Na encenação do texto também são mostrados os bastidores do teatro, as vaidades, os conflitos e anseios dos atores dentro dessa arte tão difícil que é representar a vida de outrem”, diz.

A Cia CPFL de Teatro foi criada em 2003 com a proposta de reunir colaboradores da CPFL Energia interessados em buscar uma identidade com as artes cênicas. Para viabilizar a iniciativa e formar o grupo de teatro amador da empresa, foram chamados o diretor Abílio Guedes e o assistente de direção de Valtinho Froldi, que organizou um programa de oficinas e ensaios. Desde 2003, o grupo promove apresentações abertas ao público.

No repertório destacam-se as montagens de “Lisístrata” (2004), de Aristófanes; “Retiro dos Sonhos” (2005), de Marici Salomão; “No Natal a gente vem te buscar” (2007), de Naum Alves de Souza; “Brasil S.A” (2008), de Antônio Ermírio de Moraes; “Duas cadeiras e uma Paixão” (2009), colagens de textos clássicos; “Pérola” (2010), de Mauro Rasi e “Seis (ou Sete) personagens à procura de autor”, de LuigiPirandello (2011 e 2015).

Em 2015, o Instituto CPFL ofereceu duas oficinas teatrais aos colaboradores da CPFL Energia e atores convidados com o objetivo de fornecer os conhecimentos básicos, com aulas teóricas e práticas, sobre o trabalho da criação e composição de personagens.

Guedes já atuou em mais de 30 peças e dirigiu 88 espetáculos, entre elas “Viúva Porém Honesta” (1979), de Nelson Rodrigues, “O Homem do Princípio ao Fim” (1983), de Millôr Fernandes, “Eles Não Usam Black-Tie” (1991), de Gianfrancesco Guarnieri e “Ópera do Malandro” (2002), de Chico Buarque. É autor de espetáculos como o recital de música erudita “De repente, não mais que de repente...” e da peça infantil “Brasil Cantos e Contos Folclóricos”. 

Assinou ainda composições, coreografias e figurinos para diversos espetáculos. Além de diretor, é coordenador dos cursos de Teatro do Conservatório Carlos Gomes, em Campinas, e professor de Teatro da Academia de Artes Odete Raia.

O autor

Luigi Pirandello (1867-1936) foi um dos maiores dramaturgos do teatro moderno. Responsável pela modificação da linguagem teatral, ele idealizou a “destruição” da quarta parede (a boca) do palco para que seus personagens pudessem ocupar o espaço antes restrito à plateia. A representatividade dePirandello, dramaturgo provocativo e moderno, está presente nas inúmeras montagens de seus textos, encenados periodicamente nos grandes centros culturais de todo o mundo.

CPFL Energia e Instituto CPFL

A CPFL Energia é uma empresa que gera, distribui e comercializa energia elétrica. É também uma das maiores incentivadoras da cultura nacional, compreendida como elemento central para a iluminação dos dilemas da sociedade contemporânea. As ações culturais estão organizadas a partir da experiência de mais de 10 anos de projetos como o Café Filosófico CPFL, um amplo programa de reflexão e organização do pensamento com debates abertos ao público, transmitidos ao vivo, disponibilizados no site (www.institutocpfl.org.br) e no aplicativo, editados e exibidos na TV aberta. O Instituto CPFL é responsável hoje por divulgar a diversos públicos as mais ricas manifestações artísticas produzidas hoje no país por meio do Circuito CPFL de Arte e Cultura, que leva exposição, teatro, cinema e música popular e erudita para as cidades do interior paulista e do litoral. Os programas culturais são uma atribuição do Instituto CPFL, uma organização que agrega também os projetos esportivos, de responsabilidade social e qualidade de vida da CPFL Energia.
 
Serviço

Seis (ou Sete?) Personagens a Procura de Autor

Cidade: Sumaré
Data: 02 de JULHO - sábado
Horário: 20h00
Local: Anfiteatro Municipal de Sumaré - O endereço do espaço é este: Av. Brasil, 1111, Nova Veneza, Sumaré.
Retirada de ingresso a partir das 19h na bilheteria do teatro

Tags:
    Instituto CPFL; cultura; CPFL Energia; Pirandello; setor elétrico