Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
SharePoint

Release

Com apoio de tecnologia e denúncias, CPFL Santa Cruz regulariza 27 fraudes no 1º semestre na região de Mococa

Escrito por:

Assessoria de Imprensa   17/08/2020

​​Distribuidora, em parceria com a polícia, desenvolveu ações que possibilitaram combater os “gatos” e recuperar um volume de energia suficiente para abastecer mais de 3 mil residências por um mês

Mococa, 18 de agosto de 2020. Os investimentos da CPFL Santa Cruz no uso de inteligência, tecnologia e canais de denúncias resultaram em uma maior eficiência de suas ações de combate a fraudes e furtos de energia, os famosos “gatos”. Tanto que, no primeiro semestre deste ano, a companhia conseguiu regularizar 27 fraudes e recuperar 476 MWh na região de Mococa. O volume, obtido em mais de 900 inspeções, seria suficiente para abastecer 3.120 residências durante um mês.

“A CPFL Santa Cruz realiza constantemente importantes ações de combate às fraudes e furtos em conjunto com os órgãos públicos e autoridades policiais, que têm auxiliado significativamente o trabalho. A empresa também investiu em novas tecnologias e treinamento das equipes, aprimorando seus processos de monitoramento e análise”, afirma Carlos Zamboni Neto, presidente da distribuidora.

“Estamos continuamente melhorando nossos modelos de detecção de fraudes, e isso, somado a apuração de algumas denúncias, faz com que possamos inibir esses furtos, que além de serem crime, podem prejudicar uma região trazendo instabilidade na energia e riscos à segurança da população”, ressalta Rafael Lazzaretti, diretor comercial do grupo.

Entre os municípios com maior recuperação de energia na região, a cidade de Mococa registrou 151 MWh, ficando em primeiro lugar. Casa Branca ocupa a segunda posição com 122 MWh. São José do Rio Pardo é a terceira da lista com 82 MWh, enquanto Monte Santo de Minas, com 53 MWh, seguida por Arceburgo, com 24 MWh, fecham o ranking.

AÇÕES CONTRA FRAUDES E FURTOS DE ENERGIA

 REGIÃO DE MOCOCA - 1º SEMESTRE DE 2020

MUNICÍPIO

Energia Recuperada (MWh)

Inspeções

Fraudes

MOCOCA

151

299

6

CASA BRANCA

122

249

10

SÃO JOSÉ DO RIO PARDO

82

227

6

MONTE SANTO DE MINAS

53

53

1

ARCEBURGO

24

23

1


Geral. No primeiro semestre de 2020, após mais de 4 mil inspeções realizadas, a recuperação de energia em toda a área de atuação da companhia foi de 3 GWh, o que abasteceria 20.040 residências por um mês. As dez cidades com maior recuperação de energia da CPFL Santa Cruz nesse período são:​

AÇÕES CONTRA FRAUDES E FURTOS DE ENERGIA

 CPFL SANTA CRUZ - 1º SEMESTRE DE 2020

MUNICÍPIO

Energia Recuperada (MWh)

Inspeções

Fraudes

ITAPETININGA

761

572

14

OURINHOS

235

354

34

SANTA CRUZ DO RIO PARDO

230

319

8

PIRAJU

175

177

2

SÃO MIGUEL ARCANJO

158

179

3

MOCOCA

151

299

6

JAGUARIÚNA

139

318

9

AVARÉ

127

236

13

CASA BRANCA

122

249

10

PEDREIRA

94

138

1


Em 2019, a distribuidora recuperou 5,6 GWh de energia, suficiente para abastecer 37.692 residências por mês. 

Eficiência. O investimento em inteligência artificial, acoplado a novos sistemas com geração de alarmes para direcionamento de inspeções, resultam em maior assertividade do trabalho desenvolvido pela Diretoria Comercial do Grupo CPFL em seus processos de monitoramento e análise. Deste modo, a companhia consegue preventivamente identificar possíveis variações no consumo de energia que indiquem perdas comerciais. Além dos investimentos em processos, o grupo também tem trabalhado em conjunto com os órgãos públicos e as autoridades policiais para coibir a prática de fraudes e furtos.

Essas ações, aliadas aos diversos projetos de blindagem de rede e de medição implementados pela companhia, como o projeto das Caixas Blindadas e atuação em clientes sem contratos (clandestinos), permitem diminuir a necessidade de inspeções in loco. As tecnologias de monitoramento contínuo e à distância permitem que a distribuidora aumente a produtividade das equipes, intensifique suas iniciativas contra o crime sem a necessidade de deslocar os técnicos e evite a reincidência de furtos.

Crime. Fraudes e furtos de energia são crimes previstos no Código Penal com penas que podem chegar a até quatro anos de prisão. Além disso, a pessoa que for flagrada cometendo a irregularidade terá cobrados os valores retroativos referentes ao período em que deixou de pagar pelo fornecimento.

As irregularidades também podem deixar a conta de luz mais cara para todos os consumidores, já que a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) reconhece a ação como uma "perda comercial", e este valor é revertido à empresa. Outra consequência das fraudes e furtos é a piora na qualidade do serviço de distribuição de energia, uma vez que as ligações clandestinas sobrecarregam as redes elétricas.

Clientes da CPFL Santa Cruz podem contribuir de forma sigilosa, para o combate às irregularidades por meio dos canais disponibilizados pela concessionária. Denúncias podem ser realizadas pelo aplicativo “CPFL Energia”, disponível para todas as plataformas de dispositivos móveis, pelo site www.cpfl.com.br/fraude, ou pelo e-mail denunciafraude@cpfl.com.br​.

Tags:
    CPFL Santa Cruz; Eficiência Energética; Fraudes e Furtos de Energia;