Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
SharePoint

Release

Cinema e música contemporânea são destaques no Instituto CPFL

Escrito por:

Assessoria de Imprensa   18/09/2016


Campinas, 19 de setembro de 2016 - A exibição do filme “Obrigado por fumar”, de Jason Reitman, abre a programação da semana no Instituto CPFL na próxima quinta-feira, 22/09, às 19h. A entrada é gratuita.

De maneira ácida, o terceiro filme da série “E agora, para onde vamos?” do Cine CPFL, sobre hábitos e consumo responsáveis, questiona a nossa relação com o trabalho e as implicações, éticas e morais, da relação entre dever e missão, sobretudo quando sabemos dos malefícios provocados pelo produto que ajudamos a vender.

Café Filosófico CPFL. Na sexta-feira, 23/09, também às 19h, o psiquiatra e psicanalista Alfredo Simonetti fala sobre “O paciente psiquiátrico e seus lugares na cena contemporânea” no Café Filosófico CPFL.

No encontro, o terceiro da série “A lógica da exclusão e os desafios da ‘ecologia humana’”, o especialista questiona qual  o lugar do “louco” na sociedade atual. “Esse lugar é dentro das instituições psiquiátricas? Dentro de casa? Nas ruas? E do neurótico? De que maneira os remédios, o silêncio ou a concessão de benefícios, como a aposentadoria, impactam o processo de inclusão e convívio com as diferenças?”, pergunta.

O debate, com transmissão ao vivo pelo site institutocpfl.org.br/cultura/aovivo, é aberto ao público.

Música Contemporânea. No dia seguinte, sábado, 24/09, às 20h, é a vez do público apreciar o segundo concerto do mês do programa Música Contemporânea: “Nepomuceno, Debussy e uma estreia mundial de Padilha” com o quarteto Carlos Gomes, que acaba de gravar e está lançando um CD com os três quartetos de cordas de Alberto Nepomuceno. 

Dele, o grupo toca em concerto o segundo, composto quando o compositor cearense estudava na Alemanha em 1891. “Dá para imaginar Nepomuceno assistindo em Viena concertos comandados por Brahms enquanto, em Paris, o francês Claude Debussy escrevia seu único quarteto, terminado em 1892. Foram, portanto, compostos praticamente ao mesmo tempo”, afirma o jornalista João Marcos Coelho curador da série "A antropofagia da música não europeia".

O quarteto é formado por Cláudio Cruz (violino), Adonhiran Reis (violino), Gabriel Marin (viola) e Alceu Reis (violoncelo).

O concerto será aberto com uma encomenda do Instituto CPFL ao compositor campineiro Marco Padilha: a composição “Deprecabitur”, que terá a sua estreia mundial. A entrada também é gratuita.

Música Popular. No mesmo dia, o cantor e compositor João Macacão, uma das figuras mais marcantes da seresta e do choro e um dos grandes virtuoses no violão 7 cordas no Brasil, faz uma homenagem ao choro e ao cancioneiro brasileiro com um espetáculo gratuito em Salto de Pirapora com as canções de seu terceiro álbum, “Baile de Choro”. A apresentação acontece no Coreto da Praça Matriz às 17h30.

Museu da Língua Portuguesa. Além das atrações da semana, segue em cartaz, no Shopping Galleria, a exposição itinerante do Museu da Língua Portuguesa "Estação da Língua", que tem o apoio do Instituto CPFL. A entrada é gratuita e o público poderá visitar a mostra até dia 16 de outubro.

Mais informações em institutocpfl.org.br/cultura/

Tags:
    Instituto CPFL; cultura; CPFL Energia; Café Filosófico; música; museu