Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
SharePoint

Release

CPFL Energia participa da X Semana Nacional Segurança com Energia Elétrica

Escrito por:

Assessoria de imprensa   25/08/2015

Campinas, 24 de agosto de 2015 – A CPFL Energia, maior grupo privado do setor elétrico brasileiro, participa de 24 a 30 de agosto de 2015 da X Semana Nacional Segurança com Energia Elétrica, da Associação Brasileira de Distribuidores de Energia Elétrica (ABRADEE). Com objetivo de sensibilizar a população sobre segurança na rede elétrica, a empresa alerta sobre os perigos que a falta de cuidados com a rede elétrica pode oferecer ao se executar serviços de construção civil ou no campo e ao se empinar pipas, além do risco ao fornecimento de energia e à vida dos clientes por conta das pelas ligações elétricas clandestinas.

A maioria dos acidentes é provocada por falta de conhecimento ou desatenção e podem ser minimizados, ou até mesmo eliminados, adotando-se cuidados básicos de segurança. Os acidentes envolvem, principalmente, profissionais da construção civil, antenistas e pintores que, no exercício de suas funções, são vítimas de choque elétrico por se aproximarem da rede energizada.  Os trabalhadores rurais também estão no grupo de risco, sobretudo os que lidam com equipamentos de aplicação de defensivos agrícolas, ceifadeiras, colheitadeiras ou pás-carregadeiras e não observam a distancia de segurança que os equipamentos devem ter em relação à rede elétrica.

"Respeitar rigorosamente as recomendações de segurança e adotar cuidados especiais no uso da energia elétrica podem evitar acidentes. Prevenir é a melhor ação, por isso fazemos esse tipo de campanha", afirma Márcio Mário Zidan, Gerente de Segurança, Saúde e Qualidade de Vida da CPFL Energia.

Anualmente, a empresa faz palestras para trabalhadores da construção civil e rural e em escolas, para orientar as crianças. A CPFL Energia realiza também a Campanha Externa de Prevenção de Acidentes de Origem Elétrica (CEPAE), promovendo o espírito prevencionista, a conscientização sobre os riscos e a educação, com dicas e atitudes seguras. São distribuídos, aos clientes e à população, materiais impressos com orientações sobre como proceder com segurança em atividades ligadas à construção ou manutenção predial, dentro de casa ou próximo à rede elétrica, situações nas quais a maior parte dos acidentes acontece.

 

Veja algumas orientações quanto à prática segura de atividades próximas à rede elétrica

 

Segurança com antenas

  • Quando houver rede elétrica nas proximidades, a instalação de antena deve ser efetuada por profissional qualificado e experiente.
  • Nunca instale a antena próxima a para-raios, nem interligue o cabo da antena aos condutores elétricos.
  • Jamais arremesse o cabo utilizado para ligações de antenas sobre a rede elétrica, mesmo que este seja encapado, pois a capacidade de isolamento do cabo não é suficiente para evitar a passagem da eletricidade existente nas redes elétricas.
  • Marquises de edifícios comerciais ou residenciais jamais devem servir para instalação de antenas devido a proximidade das redes elétricas.
  • Ao manusear a haste da antena de TV, a pessoa não deve se aproximar ou tocar na rede elétrica.
  • Instalar a antena o mais longe possível da rede elétrica. Preferencialmente do lado oposto ao da fiação.

     

    Como soltar pipas com segurança
  • Pipas devem ser empinadas longe de rede elétrica e de preferência em espaços abertos como praças, parques e campos de futebol. Isso evita interferências na qualidade do fornecimento de energia elétrica, serviço telefônicos e em antenas;
  • A utilização de "rabiolas" deve ser evitada, pois elas agarram nos fios elétricos, desligando o sistema e provocando choques;
  • Utilizar papel alumínio na confecção da pipa é perigoso, pois este material, em contato com os fios, provoca curtos-circuitos.
  • Caso a pipa enrosque nos fios, é melhor desistir do brinquedo. Subir em telhados ou postes para recuperá-las representa risco de choque, assim como tentar removê-las com canos ou bambus.
  • Não é indicado soltar pipas na chuva. Ela funciona como pára-raio, conduzindo energia;
  • Não é indicado subir nas lajes das casas para empinar pipa, qualquer distração pode causar uma queda;
  • Linhas metálicas não devem ser usadas no lugar da linha comum, pois podem provocar choques elétricos;
  • É necessário ter cuidado com ciclistas e motociclistas. Acidentes acontecem porque as linhas não podem ser vistas;
  • O uso do cerol ou da linha chilena é proibido por lei e pode matar.

     

    Dentro de casa
  • Não deixar a fiação ao alcance das crianças.
  • Não utilizar extensões para alimentação de vários aparelhos.
  • Não mexer no chuveiro ligado.
  • Usar protetoras nas tomadas, evitando que objetos sejam introduzidos nas mesmas por crianças.
  • Redobrar a atenção no uso de equipamentos elétricos em ambientes úmidos ou molhados. Preferencialmente utilize botas e luvas isolantes.

     

    Manutenção predial
  • Ao manusear barras de ferro, perfilados de alumínio, calhas pré moldadas e outros matérias, certifique se constantemente para que as pontas não se aproximem das redes elétricas.
  • Na construção ou manutenção predial próxima a rede elétrica, manter distância segura ao manobrar equipamentos, ferramentas e outros materiais.
  • Certificar-se de que as instalações não estão danificadas, com "gambiarras" e adequadas à carga elétrica.
  • Em local molhado, certifique se o equipamento é adequado para esta condição e atenção especial para os cabos de ligação.

     

    Segurança na construção
  • Não se arrisque, pois somente profissionais capacitados ou qualificados devem executar serviços em instalações elétricas.
  • Desligar sempre aparelhos elétricos antes de limpar ou fazer pequenos reparos.
  • Andaimes precisam estar montados de acordo com as normas de segurança para evitar contato com as redes elétricas.

     

    Durante as tempestades com descargas atmosféricas (raios)
  • Evite tocar os aparelhos eletrodomésticos e retire os aparelhos eletrônicos das tomadas.
  • Afaste-se de janelas e portas metálicas,
  • Evite os banhos nos momentos de tempestades.
  • Nunca se abrigue debaixo de árvores. Sempre procure uma casa de alvenaria ou o interior de um veículo.
  • Se a tempestade lhe pegou de surpresa e não há abrigo por perto, o melhor é agachar, colocar a cabeça entre as pernas e abraçar os joelhos. Fique apenas com os pés, juntos, em contato com o chão.
  • Em zonas rurais, as cercas longas devem ser seccionadas e aterradas (de 100 em 100 metros, por exemplo) para se evitar criar um caminho contínuo para os raios, que pode levar destruição ao longo dessa cerca.

     

    Dicas gerais
  • Cabos Soltos: sempre que for identificado algum cabo de energia elétrica rompido, ou caído no chão, seja acionado o serviço emergencial da empresa, pelo telefone, por e-mail ou pelo site: www.cpfl.com.br.
  • Fusível: quando um fusível derreter ou fundir, nunca o substitua por moedas, arames, fios de cobre, de alumínio ou qualquer outro objeto. Desligue imediatamente a chave e procure saber qual a causa do incidente. Troque sempre o fusível danificado por um novo, de igual amperagem e, se possível, troque por disjuntores, que oferecem maior segurança.
  • Benjamim ou tomada tipo T: todo cuidado é pouco. Vários aparelhos elétricos no benjamim sobrecarregam a tomada, provocando um superaquecimento dos fios que podem causar um curto-circuito.
  • Água ou umidade: nunca use aparelhos elétricos em locais com água ou umidade, nem com as mãos ou os pés molhados. O choque é inevitável.
  • Trocar lâmpada: ao trocar uma lâmpada, desligue a energia elétrica e nunca toque na parte interna do bocal (soquete). Segure somente pelo vidro.
  • TV e aparelhos eletrodomésticos: não mexa no interior dos televisores, mesmo desligados. A carga elétrica pode estar acumulada e provocar choques perigosos. Jamais use garfo, faca ou objetos metálicos em aparelhos ligados e só limpe esses equipamentos depois de se certificar de que eles estão fora da tomada. Desligue sempre a chave geral ao fazer qualquer reparo na instalação. Equipamentos eletrônicos sensíveis, como microcomputadores, precisam de proteção especial (estabilizadores de voltagem, protetores contra descargas elétricas, entre outros).
  • Chuveiro: nunca mude a chave (verão/inverno - fria/morna/quente) do seu chuveiro se ele estiver ligado. Se você tomar choque ao ligar torneiras e chuveiros elétricos, isso indica que existe um problema de aterramento (fio de terra) na instalação.

     

Sobre a X Semana Nacional Segurança com Energia Elétrica

A Associação Brasileira de Distribuidores de Energia Elétrica (ABRADEE) realizará, de 24 a 30 de agosto de 2015, a X Semana Nacional Segurança com Energia Elétrica, uma ampla campanha realizada anualmente para alertar a população sobre os riscos dos acidentes com a rede elétrica.

Os eventos de lançamento serão simultâneos nos Estados das empresas participantes e as demais ações envolverão anúncios em jornais e revistas, outdoor, outbus, blitz educativas em ônibus e shoppings, palestras em escolas e canteiros de obras, mensagens na conta de luz e ainda a distribuição de cartilhas e folhetos explicativos com dicas.

As concessionárias associadas participantes estarão unidas em uma campanha nacional para conscientizar aproximadamente 120 milhões de consumidores em todo o Brasil sobre como utilizar a energia de forma segura.

 

Sobre a CPFL Energia

A CPFL Energia, há 102 anos no setor elétrico, atua nos segmentos de distribuição, geração, comercialização, serviços e telecomunicações. É líder no mercado de distribuição, com 13% de participação, totalizando mais de 7,6 milhões de clientes nos Estados de São Paulo, Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Paraná.

Na comercialização, é um dos líderes no mercado livre, com uma participação de mercado de 14% na venda para consumidores finais entre as comercializadoras. É líder na comercialização de energia incentivada para clientes livres.

Na geração, é o segundo maior agente privado do país, com um portfólio baseado em fontes limpas e renováveis. A CPFL Geração conta com 2.199 MW de potência instalada, considerando sua participação equivalente em cada um dos ativos de geração. Em 2011 criou a CPFL Renováveis, com ativos como PCHs, parques eólicos, termelétricas a biomassa e a usina solar Tanquinho, pioneira no Estado de São Paulo, e uma das maiores do Brasil. Adicionando a participação equivalente na CPFL Renováveis, a capacidade instalada total do Grupo CPFL atingiu 3.129 MW no final do segundo trimestre de 2015. O grupo também ocupa posição de destaque em arte e cultura, entre os 15 maiores investidores brasileiros.

A CPFL Energia tem ações listadas no Novo Mercado da BM&FBovespa e ADR Nível III na NYSE, além participar do Índice Dow Jones Sustainability Index Emerging Markets e do Morgan Stanley Capital International Global Sustainability Index (MSCI). Pelo 10º. ano consecutivo, as ações da companhia integram a carteira do Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) da BM&FBovespa.​

Tags:
    Segurança