Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
SharePoint

RGE, UNICEF e Você - Amigos da Criança

A RGE e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) se uniram em um projeto para a arrecadação de recursos em benefício da criança brasileira - RGE, UNICEF e Você - Amigos da Criança. Através da conta de energia elétrica, os clientes da RGE podem contribuir com R$ 1,00 para os programas que visam o desenvolvimento infantil, a educação para inclusão e a cidadania de crianças e adolescentes brasileiros apoiados pelo Fundo.

As adesões podem ser feitas pelo telefone 0800 618407 a qualquer momento. Aqueles que aceitam a contribuição mensal passam a integrar um grupo de 2 milhões brasileiros que, com suas doações individuais, beneficiam mais de 130 projetos apoiados atualmente pelo UNICEF no país.

A iniciativa da RGE tem como objetivo ampliar o trabalho de responsabilidade social e cultural que a distribuidora já desenvolve em outras áreas.

Projetos

Conforme números do UNICEF, Fundo integrante da Organização das Nações Unidas (ONU), mais de 123 milhões de crianças em idade escolar em todo o mundo estão fora das salas de aula. No Brasil, assim como na América Latina, os meninos têm menos acesso à escola que as meninas pois são em maior número entre as crianças que trabalham. Dados do Censo 2000 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), indicam que entre os 5,5% das crianças e adolescentes de sete a 14 anos no Brasil que não estão matriculadas, a desagregação por gênero é de 5,85% para os meninos e de 5,15% para as meninas.

"A educação é um direito de cada criança e é nosso melhor investimento para reduzir a pobreza. Quanto mais crianças ficam fora das escolas, mais adultos ficam para trás no caminho", comenta Reiko Niimi, representante do UNICEF no Brasil.Reiko Niimi lembra que os projetos apoiados pelo Fundo estão alinhados pelo acordo de cooperação mantida com o Governo Federal, seguindo critérios técnicos e auditados conforme normas da ONU. O apoio a novos projetos, inclusive no Rio Grande do Sul, dependem de aprovação técnica com base nesses critérios.

Embaixadores e Representantes

O embaixador do UNICEF no Brasil, Renato Aragão, acredita na força gerada pela união entre UNICEF, empresas e popluação. "Mais que ajudar a arrecadar recursos para osprojetos apoiados pelo UNICEF, a RGE está chamando a atenção dos gaúchos para a importância de se garantir que as crianças tenham educação de qualidade, saúde, carinho, proteção, esporte, cultura e lazer. Se estivermos todos juntos, chegaremos lá", acredita.

Há 48 anos, o UNICEF vem escolhendo artistas, cantores, personalidades para serem seus Embaixadores ou Representantes Especiais. Não só pela fama que essas pessoas possuem, mas, principalmente, pela credibilidade que têm perante seu público, e pela disposição para trabalhar em prol da infância, mesmo tendo uma agenda profissional cheia de compromissos. No Brasil, Renato Aragão e Daniela Mercury são os embaixadores do UNICEF.

Por um salário simbólico de um dólar ao ano, esses artistas brasileiros emprestam sua imagem pública e credibilidade à causa do UNICEF. Em  3 de abril de 2001, o fotógrafo brasileiro Sebastião Salgado passou a
integrar a lista dos Representantes Especiais do UNICEF, ao lado das atrizes norte-americanas Mia Farrow e Susan Sarandon.

A atriz Audrey Hepburn foi pioneira entre as celebridades a apoiar o trabalho do UNICEF e ser reconhecida como Embaixadora. No final da década de 80, ela começou a viajar pelo mundo, visitando e dando visibilidade aos programas do UNICEF. Antes dela, em 1954, o ator norte-americano Danny Kaye também atuou como embaixador, ajudando a divulgar mensagens em favor das crianças.