Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
SharePoint

COVID-19

​​​​​​O que estamos fazendo para proteger você e toda a sociedade do COVID-19?

Nós, do Grupo CPFL, adotamos diversas medidas preventivas para minimizar os impactos da pandemia do novo coronavírus. Esse esforço tem como objetivo principal salvar vidas e garantir o serviço de distribuição de energia para todos os nossos clientes e serviços essenciais.

​Confira abaixo, algumas medidas tomadas para atender às resoluções da ANEEL:


DESCONTO PARA TARIFA SOCIAL (BAIXA RENDA) DE ATÉ 100%
De 01 de abril até 30 de junho de 2020 através da Medida Provisória 950, clientes cadastrados na 
tarifa social tem direito a desconto especial na conta. Mais informações na FAQ no final dessa página.

Você pode se cadastrar pelo nosso site. Acesse aqui​.


  • ​CANCELAMENTO DOS CORTES DE ENERGIA POR MAIS DE 4 MESES.

​Até o dia 30 de julho, nenhuma residência ou serviço essencial terá o fornecimento de energia cortado por falta de pagamento. Estamos cumprindo a determinação da Aneel – Agência Nacional de Energia Elétrica.​

CONTA DIGITAL: VIA E-MAIL E SMS.

Para proteger você e nossos entregadores do risco de contaminação, queremos evitar o envio de contas impressas, tornando a Conta Digital a forma preferencial para envio da sua fatura. Além de receber por e-mail e SMS, você também pode acessar sua conta, a qualquer momento, em nossos canais digitais: site e aplicativo.

MAIS DE 30 SERVIÇOS DIGITAIS. 

Apesar do fechamento temporário do atendimento presencial em nossas agências, você pode realizar mais de 30 solicitações em nossos canais digitais: site, aplicativo, SMS e telefone. Assim, você resolve tudo sem sair de casa. 

​ALTERAÇÃO NA LEITURA DE CONSUMO

A CPFL não suspendeu a atividade de leitura durante esse período e continua realizando a leitura normalmente.

Residencial

O consumo de energia, porém, poderá ser medido em intervalos maiores (superiores a 33 dias), ou até mesmo não realizado. Para esta última hipótese, não sendo possível realizar a leitura (exemplo se seu imóvel estiver fechado) ou a autoleitura fornecida pelo cliente, valor mensal a ser faturado será equivalente à média dos últimos 12 meses.

Não Residencial

Caso se trate de consumidor não residencial, quando não for possível a realização da leitura ou a autoleitura fornecida pelo cliente, o valor mensal a ser faturado será equivalente à média dos últimos 12 meses. A hipótese de faturamento pelo custo de disponibilidade e, quando cabível, pela demanda mínima faturável, só tem aplicação nos casos em que não ocorrer a leitura presencial e se a opção da autoleitura não estiver disponibilizada pela distribuidora.

Para todos os Consumidores: Para evitar o faturamento pela média, ou pelo custo de disponibilidade e, quando cabível, pela demanda mínima faturável, e como alternativa à essa medição tradicional, se desejar poderá informar a sua leitura no dia programado​ clique aqui. Para consultar o dia programado da leitura clique aqui​.


Agora veja o que você pode fazer para superarmos esse desafio juntos:


ATUALIZE SEU CADASTRO DIGITAL.

É muito importante que você mantenha seu cadastro atualizado com a gente. Assim, você pode receber a conta com 5 dias de antecedência por e-mail, bem como os nossos comunicados referentes à serviços e manutenções preventivas que serão realizados.

MANTENHA SUAS CONTAS EM DIA.

Apesar do cancelamento dos cortes de energia para residências até 30 de julho, se você tiver condições, continue pagando normalmente a conta de energia. Assim, quando tudo voltar à normalidade, em 31 de julho, você não estará negativado em cadastros de crédito e nem precisará pagar juros pelo valor em dívida.

EXPLORE NOSSO SITE E INSTALE NOSSO APP.

Além dos mais de 30 serviços que você pode realizar, nossos canais digitais são um ótimo espaço para você se informar, acessar a sua Conta Fácil e conferir diversas dicas sobre eficiência no uso da sua energia.

Acesse nossos principais serviços digitais

Atualização de cadastro / Revisão cadastral 

Débitos e 2ª via de conta​

Falta de Energia

Troca do nome na conta

Consulta de serviço solicitado

Envio de documentos​

Conheça os 5 principais motivos para manter sua conta de energia em dia

1. Mantenha seu planejamento financeiro, evitando o acúmulo de débitos. Por exemplo: ao deixar de pagar uma conta de R$150,00 por 3 meses, você terá um débito acumulado de R$464,00.

2. Evite o pagamento de juros e multas desnecessários.

3. Mantenha seu nome limpo no cadastro de crédito.

4. Não corra o risco de ter o fornecimento de energia descontinuado ao final do período de isenção de cortes, que se encerrará em 30 de julho.

5. De cada R$100,00 arrecadados pelas distribuidoras de energia:
​ - apenas cerca de R$18,00 correspondem ao custeio e remuneração da atividade de distribuição de energia elétrica (ou seja, pagamento dos custos de operação, incluindo colaboradores, e manutenção e reposição de ativos);
- os demais R$82,00 são repassados a terceiros, como encargos sociais e impostos, compra de energia, transmissão, dentro outros.


FAQ

Quanto tempo posso ficar sem pagar a conta de luz sem que o serviço seja cortado pela distribuidora?

Você pode ter o fornecimento cortado em até 15 dias após receber a notificação de reaviso na sua conta. Mas, até 30 de julho de 2020, os serviços oferecidos a clientes residenciais e serviços essenciais não poderão ser cortados, de acordo com a Aneel. Após essa data, as ações de corte voltarão normalmente.​

O valor da conta em aberto vai permanecer o mesmo ou haverá juros e multas?

Haverá incidência de juros e multas para as contas em aberto.​

Os juros e as multas valem a partir do primeiro mês da dívida?

Sim. Eles valem a partir do primeiro dia após a data de vencimento da conta.​
Quem não poderá ter o fornecimento cortado pela distribuidora até o dia 30 de julho)?

Conforme a determinação da Aneel, apenas clientes residenciais, usuários de equipamentos vitais à preservação da vida (nesse caso, é necessário estar cadastrado na distribuidora) e estabelecimentos essenciais, definidos de acordo com Decreto Federal, não poderão ter o fornecimento de energia cortado, até o dia 30 de julho de 2020.​

Quem poderá ser cortado pela distribuidora?
Todos os estabelecimentos não listados como serviços essenciais, definidos no Decreto Federal. Isso significa que a grande maioria dos clientes comerciais, industriais, rurais (exceto rurais residenciais) e poder público continuam podendo ser cortados, caso não paguem suas contas de energia. ​
Quando a distribuidora voltará a fazer os cortes?

​A partir do dia 31 de julho de 2020 os cortes serão retomados para todos os clientes que estiverem inadimplentes nesta data.​

Já fui cortado antes da medida da ANEEL. A empresa vai religar o serviço sem eu pagar?

​Não, nesses casos é necessário quitar todas as dívidas antes de solicitar a religação.​

Não vou receber a minha conta de energia durante esses três meses em que não podem ser feitos os cortes?

As contas continuam sendo enviadas por e-mail ou entregues nos locais onde não há impedimento para circulação de pessoas, além de estarem disponíveis nos canais de atendimento eletrônico, como o site da CPFL e o aplicativo da CPFL Energia – app, onde é possível retirar a segunda via, a qualquer momento. Recomendamos cadastrar sua conta por e-mail, para evitar transtornos e gastos desnecessários.​

Haverá alguma mudança em relação à entrega da minha conta?
Por enquanto, não está prevista mudança; assim, as suas contas serão entregues mensalmente. Porém, dadas as incertezas trazidas pela COVID-19, pode haver situações em que não será possível a entrega da conta em papel. Para facilitar a obtenção da sua conta, recomendamos:
Utilizar o nosso site, o aplicativo da CPFL Energia ou o 0800 para se cadastrar e receber a sua conta digital (por e-mail).
Entrar diretamente no nosso site e extrair a sua conta. Para isso, basta ter em mãos o ”SEU CÓDIGO” (número presente em sua conta de luz) e CPF.
​Assim, você consegue obter a sua conta de energia a qualquer momento e não deixa acumular dívidas para o futuro. Além disso, você não precisa aguardar a sua conta chegar. Recomendados utilizar os meios mais seguros de recebimento de contas, como pegar a segunda via no site, no aplicativo CPFL Energia, por SMS ou ainda no seu e-mail.
No site, temos mais de 30 serviços gratuitos, como a Conta Fácil, a Central de Ajuda e o Assistente Virtual da CPFL.

Existem outras formas de acesso à conta de luz? Quais são elas? (Site, App, SMS)
Sim. Você pode solicitar sua via usando:
Site, aplicativo CPFL Energia ou via celular na opção 
SMS grátis com CONTA + “SEU CÓDIGO” para o número:

Atendimento eletrônico: pelo telefone, selecionando a opção 2.
Até quando eu posso pagar as minhas contas em aberto sem que o fornecimento seja cortado?

​As contas devem ser pagas o quanto antes, lembrando que há incidência de multa e juros sobre as dívidas em aberto.​

Meu nome será negativado se eu não pagar a conta nesse período?

​Sim, todas as demais ações de cobrança admitidas pela legislação serão mantidas durante o período. ​

Quais são as opções para o pagamento da conta? (canais online, lotérica, credenciados, cartão de crédito, etc)

As contas podem ser pagas de várias formas, tais como em qualquer lotérica, no agente arrecadador que esteja operando durante este período (banco, HomeBanking, correspondente bancário), em débito automático.​

Se a distribuidora não pode cortar o meu serviço, eu devo parar de pagar a minha conta de luz?

Para evitar o acúmulo de contas, o cliente não deve parar de pagar, já que continua sendo uma obrigação o pagamento das contas. Lembrando que a determinação da Aneel, de não cortar o serviço até 30 de julho de 2020, refere-se somente aos clientes residenciais e que prestam serviços essenciais.
A distribuidora seguirá realizando as demais ações de cobrança admitidas pela legislação caso o cliente não pague as suas contas, como a negativação. 
A própria ANEEL destaca que não se trata de isentar os consumidores do pagamento pelo uso da energia elétrica, mas somente de garantir a continuidade do fornecimento àqueles que, neste momento de calamidade pública, não tiverem condições de manter suas contas em dia. Dessa forma, é importante que todos os consumidores que tenham condições, mantenham o pagamento da conta de energia, colaborando de maneira constante e responsável para a continuidade do funcionamento adequado de toda a cadeia do setor elétrico.​
Posso parcelar as minhas dívidas? Como?

Sim, as dívidas de até R$ 1.500,00 podem ser parceladas pelo site com cartão de crédito. Acima desse valor, está disponibilizado também o pagamento via boleto, com limite  para as dívidas de até R$ 15.000,00.​

Tenho desconto na conta de luz por declarar baixa renda: o meu benefício será mantido?
Sim, não haverá cancelamento de benefícios de desconto para clientes de baixa renda. As verificações cadastrais retornarão após 90 dias.
Os consumidores de baixa renda também já estão contemplados na suspensão das interrupções de fornecimento de energia, determinada pela Aneel, garantindo que essa população mais carente e vulnerável tenha acesso ao serviço de energia elétrica.​
O que é necessário para me cadastrar como baixa renda e ter direito ao desconto da medida provisória nº 950?

Para se cadastrar nas distribuidoras do grupo CPFL Energia (CPFL Santa Cruz, CPFL Piratininga, CPFL Paulista e RGE) como Baixa Renda, é necessário estar cadastrado primeiramente em um dos programas mencionados abaixo.
 Além disso, obrigatoriamente, a conta de energia deve estar em nome do responsável legal de quem tem o NIS/NB ou (se não estiver, pode ser feita uma atualização cadastral e alterar o nome do titular) e o consumidor deverá informar:
• NIS (cadastrado no Programa Bolsa Família) ou NB (cadastrado no BPC);
• Programa Bolsa Família (neste caso, informar o NIS - Número de Identificação Social); 
• BPC (Benefício de Prestação Continuada) – neste caso, informar o NB (Número do Benefício);
• Família inscrita no “Cadastro Único” para Programas Sociais do Governo Federal, com renda familiar mensal per capita menor ou igual a meio salário mínimo nacional ou; 
• Quem receba o Benefício da Prestação Continuada da Assistência Social – BPC, nos termos dos Art. 20 e 21 da Lei nº. 8742, de 7 de dezembro de 1993 ou; 
• Família inscrita no Cadastro Único com renda mensal de até 3 (três) salários mínimos, que tenha portador de doença ou patologia cujo tratamento ou procedimento médico requeira o uso continuado de aparelhos, equipamentos ou instrumentos que, para o seu funcionamento, demandem consumo de energia elétrica;
• Família de Índios ou Quilombolas inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal.​
Preciso estar cadastrado na tarifa social (baixa renda) ou todos que consomem até 220 kWh são isentos?

Tem direito os consumidores que possuem cadastro no Programa Social Bolsa Família ou BPC (Benefício de Prestação Continuada). Para conseguir o benefício, é necessário procurar a Prefeitura do Município. 
São beneficiados todos os clientes inscritos na tarifa social, com a isenção de consumo de até 220kWh. O consumo excedente a 220kWh assim como os tributos e demais itens da conta serão cobrados normalmente.​
Se eu me cadastrar na tarifa social agora, eu vou ter isenção?

 ​Você pode fazer o cadastro agora e passará a ter isenção a partir do momento que o cadastro junto à receita for confirmado. Não haverá crédito retroativo. Vale lembrar que a vigência desse novo desconto é valido até 30 de junho de 2020.​

Todas as modalidades de tarifa social terão isenção?

Não, porém a única modalidade que não terá direito será a autodeclaração.​

Quanto tempo demora para cadastrar como baixa renda nas distribuidoras da CPFL? Enquanto meu pedido é analisado, posso ter essa isenção?

Nas distribuidoras do grupo CPFL Energia, o prazo de atendimento é de até 10 dias úteis se o cliente já estiver cadastrado no programa. 
Se o cliente ainda não estiver cadastrado no programa do governo, o prazo inicial depende de cada Prefeitura. Depois de conseguir o benefício junto à Prefeitura, o consumidor deverá esperar cinco dias para dar tempo de constar no sistema do MDS (Ministério do Desenvolvimento Social) e daí sim entrar em contato com a distribuidora CPFL/RGE, por meio dos canais digitais www.cpfl.com.br ((https://www.cpfl.com.br/atendimento-a-consumidores/produtos-e-servicos/Paginas/cadastramento-de-baixa-renda.aspx) ou pela APP CPFL Energia  e informar os documentos e comprovantes socilitados.​
Eu já paguei a conta. Neste caso, serei ressarcido?

Se a conta for do mês de referência de abril/2020, o ressarcimento ocorrerá na próxima fatura de energia, porém será devolvido somente a diferença do desconto não aplicado. Importante lembrar que os tributos e demais itens faturados continuam sendo cobrados.​

A conta que recebi, preciso pagar?

As contas emitidas a partir de 09/04/2020 já terão os descontos aplicados e, desta forma, o cliente precisa efetuar o pagamento. Já as contas emitidas entre 01/04/2020 até 08/04/2020, serão refaturadas automaticamente e você pode consultar a 2ª via no site.​

Eu gasto acima de 220 kWh. Neste caso, serei ressarcido?

O desconto se aplica aos primeiros 220kWh de consumo, para os clientes baixa renda. O restante do consumo que passar desse limite não terá incidência de desconto.​

A fatura será enviada normalmente ao cliente?

Sim, a fatura será enviada normalmente aos clientes, por meio da conta por e-mail, SMS ou presencial, quando possível.

O que é o consumo de 220 kWh?

Kwh é a unidade de consumo de energia, quanto mais usar energia, mais kWh será consumido.
Veja a média de consumo dos aparelhos residenciais, lembramos que podem variar conforme a potência do aparelho e a frequência do uso. 

AparelhoConsumo (Média)
Chuveiro Elétrico (12 horas) 72 Kwh
Ar-condicionado186 kwh
Geladeira com freezer53,1 Kwh
Televisão 20 polegadas10,8 Kwh
Lava-roupa (2 vezes) 10,8 Kwh​

É possível fazer o pagamento de conta em qualquer valor com o Cartão do Auxílio Emergencial?

Usando o cartão do Auxílio Emergencial, é possível quitar as faturas correntes ou até mesmo débitos vencidos no valor de no máximo R$ 1,2 mil.​​​


Posso parcelar minha conta com o Cartão do Auxílio Emergencial?

​Por funcionar apenas na opção débito, não é possível que os valores sejam parcelados. Caso deseje parcelar suas contas, você pode buscar outras formas de pagamento oferecidas em nosso site (acesse aqui​) ou aplicativo. ​​

Como posso usar este benefício do pagamento pelo cartão do Auxílio Emergencial?

Para os correntistas da Caixa Econômica Federal, o cartão de débito virtual do Auxílio Emergencial pode ser emitido por meio do Internet Banking ou o aplicativo do banco para smartphones. Neste link é possível realizar a emissão contanto com a ajuda de um tutorial  (clique aqui​). Depois de emitido o cartão, é só você acessar nosso site ou aplicativo para realizar o pagamento.​

Como posso efetuar o pagamento com o cartão do Auxílio Emergencial?

​Para efetuar o pagamento, você deve acessar nosso site, clicar no botão “Débitos e 2ª via de conta” e seguir o passo a passo, que você pode conferir em nosso tutorial, clicando aqui​.

​​

​​​